ann14055-pt-br — Anúncio

Bolsista do ESO recebe um prêmio de prestígio pela melhor tese de doutoramento

3 de Julho de 2014

A bolsista do ESO Claudia Del P. Lagos ganhou o Prêmio MERAC 2014 (Mobilising European Research in Astrophysics and Cosmology) pela sua tese de doutoramento sobre o tratamento da formação estelar e feedback em simulações de formação galáctica.

O prêmio foi entregue na EWASS 2014 (European Week of Astronomy and Space Science) em Genebra, Suíça, a 2 de julho de 2014 na categoria de Melhor Tese de Doutoramento em Astrofísica Teórica [1]. Claudia apresentou uma comunicação plenária na EWASS e mais tarde deu uma palestra na Suíça sob a tutela da FONDATION MERAC.

A tese de doutoramento da Claudia focou-se no modelo de formação galáctica, GALFORM, o qual pode implementar praticamente todos os modelos teóricos de formação estelar que existem. O trabalho trata dos dois processos chave na formação de galáxias: a formação de estrelas e a regulação da formação estelar no seguimento da libertação de energia para o meio interestelar - o material que existe no espaço entre os sistemas estelares numa galáxia. Estes cálculos situam-se entre os avanços mais significativos na área ao longo de uma década. O trabalho de Claudia permite que as predições físicas do modelo de formação galáctica, tais como o conteúdo do meio interestelar, possam ser testadas diretamente em observações obtidas com os telescópios principais mais modernos, incluindo o Atacama Large Millimeter/submillimeter Array (ALMA).

O trabalho foi levado a cabo no Institute for Computational Cosmology (ICC) da Universidade de Durham (RU) entre outubro de 2009 e setembro de 2012, sob a supervisão de Carlton Baugh e Cedric Lacey. Claudia recebeu recentemente uma bolsa do ESO, bolsas estas altamente competitivas, continuando a desempenhar um papel fundamental no desenvolvimento de modelos de vanguarda de formação de galáxias.

Pode ser feito o download de uma cópia da tese da Claudia neste link, a qual de encontra incluída na série de Teses da Springer. Esta série da Springer reconhece trabalho de doutoramento excepcional.

Notas

[1] Os Prêmios para as Melhores Teses de Doutoramento são entregues às melhores teses realizadas num instituto europeu. Aqui o termo europeu abrange todos os países europeus com uma sociedade astronômica afiliada na EAS e os países escandinavos sem uma sociedade astronômica nacional.

Mais informação

O ESO é a mais importante organização europeia intergovernamental para a investigação em astronomia e é o observatório astronômico mais produtivo do mundo. O ESO é  financiado por 15 países: Alemanha, Áustria, Bélgica, Brasil, Dinamarca, Espanha, Finlândia, França, Holanda, Itália, Portugal, Reino Unido, República Checa, Suécia e Suíça. O ESO destaca-se por levar a cabo um programa de trabalhos ambicioso, focado na concepção, construção e funcionamento de observatórios astronômicos terrestres de ponta, que possibilitam aos astrônomos importantes descobertas científicas. O ESO também tem um papel importante na promoção e organização de cooperação na investigação astronômica. O ESO mantém em funcionamento três observatórios de ponta, no Chile: La Silla, Paranal e Chajnantor. No Paranal, o ESO opera  o Very Large Telescope, o observatório astronômico óptico mais avançado do mundo e dois telescópios de rastreio. O VISTA, o maior telescópio de rastreio do mundo que trabalha no infravermelho e o VLT Survey Telescope, o maior telescópio concebido exclusivamente para mapear os céus no visível. O ESO é o parceiro europeu do revolucionário telescópio  ALMA, o maior projeto astronômico que existe atualmente. O ESO encontra-se a planear o European Extremely Large Telescope, E-ELT, um telescópio de 39 metros que observará na banda do visível e do infravermelho próximo. O E-ELT será “o maior olho do mundo virado para o céu”.

A Sociedade Astronômica Europeia (EAS) promove e faz avançar a astronomia na Europa. Como corpo independente que é, a EAS pode atuar em matérias que precisem de ser tratadas a nível europeu em prol da comunidade astronômica europeia.

A FONDATION MERAC (Mobilising European Research in Astrophysics and Cosmology) é uma fundação sem fins lucrativos fundada em 2012 com Sede na Suíça, que reconhece e apoia jovens astrônomos europeus. O Prêmio MERAC consiste em três prêmios entregues todos os anos pela Sociedade Astronômica Europeia (EAS). Estes Prêmios MERAC destinam-se a investigadores no início das suas carreiras e são entregues nas áreas da Astrofísica Teórica, Astrofísica Observacional e Novas Tecnologias/Instrumental/Computacional. Em anos alternados são entregues a investigadores no início de carreira que tenham obtido o seu doutoramento nos últimos dez anos “Best Early Career Researcher Prizes” (anos ímpares) e às melhores teses de doutoramento dos últimos três anos “Best Doctoral Thesis Prizes” (anos pares).

Links

Contatos

Richard Hook
ESO Public Information Officer
Garching bei München, Alemanha
Tel: +49 89 3200 6655
Email: rhook@eso.org

Thierry Courvoisier
EAS President
University of Geneva, Suíça
Tel: +41 22 379 21 01
Email: thierry.courvoisier@unige.ch

Sobre o anúncio

Id:ann14055

Imagens

Claudia Del P. Lagos, bolseira do ESO e vencedora do Prémio MERAC 2014
Claudia Del P. Lagos, bolseira do ESO e vencedora do Prémio MERAC 2014