ann16045-pt-br — Anúncio

O ESO assina contrato para o polimento do espelho secundário do E-ELT

A empresa francesa Reosc polirá o maior espelho secundário jamais construído

6 de Julho de 2016

O ESO assinou um contrato com a companhia francesa Reosc [1], filial da Safran Electronics & Defense, para o polimento do espelho secundário do futuro European Extremely Large Telescope do ESO (E-ELT), espelho este que será fabricado a partir de uma peça bruta pré-moldada de vitrocerâmica. A Reosc conceberá o espelho e as suas interfaces de montagem, polirá a superfície e completará todos os testes óticos necessários antes da entrega, prevista para 2022.

O contrato foi assinado pelo Diretor Geral do ESO, Tim de Zeeuw, e pelo Presidente da Reosc, Thierry Batut, na presença de Jean-Claude Brunet, o Cônsul Geral de França em Munique e doutros altos representantes da Reosc e pessoal chave do ESO.

O espelho secundário, como o nome sugere, é o segundo de cinco espelhos que guiarão a luz emitida por objetos distantes através do interior do telescópio até chegar ao seu foco Nasmyth, onde uma quantidade de instrumentos científicos estarão colocados. Pendurado de cabeça para baixo no topo da estrutura do telescópio, por cima do espelho primário de 39 metros, este será o maior espelho secundário já utilizado num telescópio e será igualmente o maior espelho convexo já construído. Com mais de 4 metros de diâmetro, é tão grande como o espelho primário de muitos telescópios profissionais de vanguarda. O espelho será fabricado para apresentar uma forma e um polimento com uma precisão de 15 nanômetros (15 milionésimos partes do milímetro) na superfície ótica [2]. Uma vez que será um espelho altamente convexo e asférico, o seu fabrico é um desafio considerável e o resultado será um exemplo verdadeiramente notável da engenharia ótica de precisão — tal como muitos outros elementos do E-ELT, trata-se de um trabalho pioneiro nesta área da tecnologia.

Notas

[1] A Reosc, uma filial da Sagem, uma companhia Safran de alta tecnologia, é líder mundial em design, produção e integração de ótica de alto desempenho, incluindo aplicações na astronomia (em telescópios grandes), espaço (em satélites), lasers de alta energia e indústria de semi-condutores. A companhia construiu igualmente os espelhos de 8 metros, feitos a partir de uma só peça, para o Very Large Telescope do ESO e para o telescópio internacional Gemini, o espelho de 11 metros do Gran Telescopio de Canarias, espelhos para o instrumento europeu Nirspec instalado no Telescópio Espacial James Webb da NASA e espelhos para o satélite astronômico GAIA da ESA.

[2] Se o espelho tivesse 700 km de diâmetro (a distância entre a Sede do ESO em Garching, na Alemanha, e a fábrica Reosc em Saint-Pierre du Perray, em França) esta precisão corresponderia a apenas 3 mm.

Links

Contatos

Richard Hook
ESO Public Information Officer
Garching bei München, Alemanha
Tel: +49 89 3200 6655
Telm: +49 151 1537 3591
Email: rhook@eso.org

Sobre o anúncio

Id:ann16045

Imagens

Assinatura do contrato para o polimento do M2 do E-ELT
Assinatura do contrato para o polimento do M2 do E-ELT
Assinatura do contrato para o polimento do M2 do E-ELT
Assinatura do contrato para o polimento do M2 do E-ELT
O contrato para o polimento do espelho secundário do E-ELT
O contrato para o polimento do espelho secundário do E-ELT
ESO assina o maior contrato de astronomia terrestre para a cúpula e estrutura do telescópio E-ELT
ESO assina o maior contrato de astronomia terrestre para a cúpula e estrutura do telescópio E-ELT
ESO assina o maior contrato de astronomia terrestre para a cúpula e estrutura do telescópio E-ELT
ESO assina o maior contrato de astronomia terrestre para a cúpula e estrutura do telescópio E-ELT

Vídeos

A viagem da luz através dos cinco espelhos do E-ELT
A viagem da luz através dos cinco espelhos do E-ELT