ann17025-pt-br — Anúncio

MUSE: Novo filme gratuito sobre a Máquina do Tempo Cósmica do ESO

11 de Maio de 2017

O CNRS Images, em parceria com o ESO, produziu um documentário sobre o MUSE, o Multi Unit Spectroscopic Explorer. Realizado por Christophe Gombert e Claude Delhaye, MUSE, A Máquina do Tempo Cósmica, mostra de modo detalhado um dos mais recentes — e também o maior — instrumentos de segunda geração instalados no Yepun (UT4), o quarto Telescópio Principal do Very Large Telescope do ESO, situado no Observatório do Paranal, no Chile.

O documentário de 35 minutos explora a história por detrás do MUSE, o porquê da sua necessidade e como é que este instrumento viu a luz ao longo de uma fase de desenvolvimento de 9 anos. O documentário destaca a cooperação europeia internacional que foi necessária para desenvolver este projeto, assim como a participação de muitas centenas de pesquisadores, técnicos e engenheiros. A tecnologia inovadora do MUSE e a ciência de ponta realizada com este instrumento também são abordadas, entrelaçadas na história do seu delicado processo de instalação até ao momento em que o instrumento viu a primeira luz.

O MUSE, um espectrógrafo de campo integral inovador de vanguarda, é um dos projetos astronômicos mais ambiciosos da nossa época. O instrumento viu a sua primeira luz em janeiro de 2014 (eso1407). Usa 24 espectrógrafos 3D para obter espectros de grandes áreas do céu num grande domínio de comprimentos de onda, desde o azul ao infravermelho. Cada um destes 24 “cubos” de dados produzidos pelo MUSE numa única observação tem tanta informação que os investigadores precisam de muitos meses para analisarem completamente o seu conteúdo e publicarem os resultados.

Com instrumentos como o MUSE, que usam tecnologia de ponta, o ESO mantém-se na vanguarda da pesquisa astronômica. Desde a concepção do MUSE que os astrônomos têm estudado o Universo com muito mais detalhe do que anteriormente. Na realidade, não existe atualmente mais nenhum instrumento em operação que esteja melhor preparado para observar as galáxias mais tênues do Universo muito distante, o que irá sem dúvida produzir resultados de excelente qualidade nas próximas décadas.

O projeto deste filme foi liderado por Roland Bacon, Pesquisador Principal do projeto MUSE, e o documentário estreou na França em 9 de Março de 2017 no Musée des Confluences. Atualmente, o filme é distribuído sob uma licença Creative Commons NoDerivatives e está disponível no arquivo de vídeo do ESO neste link.

Links

Contatos

Roland Bacon
Lyon Centre for Astrophysics Research (CRAL)
França
Tel: +33 478 86 85 59
Telm: +33 608 09 14 27
Email: roland.bacon@univ-lyon1.fr

Lars Lindberg Christensen
Head of ESO ePOD
Garching bei München, Alemanha
Tel: +49 89 3200 6761
Telm: +49 173 3872 621
Email: lars@eso.org

Sobre o anúncio

Id:ann17025

Imagens

MUSE, a Medusa
MUSE, a Medusa

Vídeos

MUSE, a Máquina do Tempo Cósmica
MUSE, a Máquina do Tempo Cósmica