O Very Large Telescope visto pelos olhos de um pássaro

Um pássaro voando sobre a região remota e pouco habitada do deserto do Atacama no norte chileno - provavelmente o deserto mais seco do mundo - pode muito bem ficar surpreendido ao deparar-se com o oásis tecnológico do Very Large Telescope do ESO (VLT) no Paranal. Sendo a infraestrutura astronómica terrestre mais avançada do mundo, o local acolhe quatro Telescópios Principais de 8,2 metros, quatro Telescópios Auxiliares de 1,8 metros, o telescópio de rastreio VLT Survey Telescope (VST) e o telescópio de rastreio no visível e infravermelho de 4,1 metros, o Visible and Infrared Survey Telescope for Astronomy (VISTA), que se vê à distância no cimo do pico adjacente ao da plataforma principal.

Esta vista aérea mostra também outros edifícios, incluindo o da Sala de Controle do Observatório, logo em primeiro plano na plataforma principal.

Crédito:

J.L. Dauvergne & G. Hüdepohl (atacamaphoto.com)/ESO

Sobre a imagem

Id:eso-paranal-51
Idioma:pt-br
Tipo:Fotográfico
Data de divulgação:3 de Dezembro de 2009 às 23:21
Tamanho:4191 x 2783 px

Sobre o objeto

Nome:Cerro Paranal, Paranal, Very Large Telescope
Tipo:• Unspecified : Technology : Observatory
• X - Paranal

Mounted Image

Formatos de imagens

JPEG grande
4,2 MB

Papéis de parede

1024x768
380,4 KB
1280x1024
633,8 KB
1600x1200
911,6 KB
1920x1200
1,0 MB
2048x1536
1,4 MB

 

Veja também