Observações VLT/VIMOS da frente de choque do resto de supernova SN 1006

Observações muito detalhadas obtidas pelo Very Large Telescope do ESO (VLT) dos restos de uma supernova com mil anos de idade revelaram pistas sobre a origem dos raios cósmicos.

A imagem à esquerda mostra o resto de supernova SN 1006 completo, observado no rádio (vermelho), raios X (azul) e visível (amarelo). O segundo painel, correspondente à pequena região quadrada marcada na primeira imagem, é uma imagem detalhada obtida pelo Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA na região muito estreita da frente de choque, onde o material da supernova está a colidir com o meio interestelar. O terceiro painel mostra como é que a unidade de campo integral do instrumento VIMOS separa a imagem em muitas regiões pequenas, a radiação de cada uma separando-se num espectro das suas componentes de cor. Quando estes espectros são analisados, podemos construir mapas das propriedades do objeto. O exemplo que aqui se mostra à direita é um mapa de uma propriedade do gás (a largura de uma linha espectral), que varia de modo surpreendente e implica, juntamente com outros indicadores, a presença de prótons deslocando-se a alta velocidade.

 

Crédito:

ESO, Radio: NRAO/AUI/NSF/GBT/VLA/Dyer, Maddalena & Cornwell, X-ray: Chandra X-ray Observatory; NASA/CXC/Rutgers/G. Cassam-Chenaï, J. Hughes et al., Visible light: 0.9-metre Curtis Schmidt optical telescope; NOAO/AURA/NSF/CTIO/Middlebury College/F. Winkler and Digitized Sky Survey.

Bookmark and Share

Sobre a imagem

Id:eso1308a
Idioma:pt-br
Tipo:Montagem
Data de divulgação:14 de Fevereiro de 2013 às 20:00
Notícias relacionadas:eso1308
Tamanho:7059 x 2179 px

Sobre o objeto

Nome:SN 1006
Tipo:• Milky Way : Nebula : Type : Supernova Remnant
• X - Nebulae
Distância:7000 anos-luz

Zoom


Papéis de parede

1024x768
276,3 KB
1280x1024
440,6 KB
1600x1200
633,5 KB
1920x1200
785,8 KB
2048x1536
1000,0 KB

Veja também