Escolha o seu idioma:

As antenas ALMA sob a Via Láctea

Quatro antenas do Atacama Large Millimeter/submillimeter Array (ALMA) observam o céu nocturno estrelado, antecipando o trabalho que aí vem. O luar ilumina a cena à direita, enquanto a faixa da Via Láctea se estende ao longo do lado esquerdo para cima.

O ALMa está a ser construído a uma altitude de 5000 metros, no planalto do Chajnantor, no deserto chileno do Atacama. Este é um dos locais mais secos à face da Terra, e o ar seco, combinado com a atmosfera fina da elevada altitude, oferece condições soberbas para observar o Universo na região de comprimentos de onda do milímetro e do submilímetro. A estes comprimentos de onda longos, os astrónomos podem sondar, por exemplo, as nuvens moleculares, que consistem em regiões densas de gás e poeira onde novas estrelas se estão a formar a partir do colapso gravitacional da nuvem. Actualmente, o Universo permanece relativamente mal explorado nos comprimentos de onda submilimétricos, por isso os astrónomos esperam descobrir muitos segredos novos acerca da formação estelar, assim como acerca da origem das galáxias e planetas, quando o ALMA estiver operacional.

O projeto ALMA é uma parceria entre a Europa, a América do Norte e o Leste Asiático, em cooperação com a República do Chile.

Esta fotografia panorâmica foi tirada pelo Embaixador Fotográfico do ESO, José Francisco Salgado.

Links

Crédito:

ESO/José Francisco Salgado (josefrancisco.org)

Bookmark and Share

Sobre a imagem

Id:potw1108a
Idioma:pt-br
Tipo:Fotográfico
Data de divulgação:5 de Janeiro de 2012 às 15:00
Anúncios relacionados:ann12002
Tamanho:3813 x 2742 px

Sobre o objeto

Nome:Atacama Large Millimeter/submillimeter Array
Tipo:• Unspecified : Technology : Observatory : Telescope
• X - ALMA

Mounted Image

Image Formats

JPEG grande
3,0 MB

Zoom


Papéis de parede

1024x768
333,1 KB
1280x1024
541,8 KB
1600x1200
766,5 KB
1920x1200
876,8 KB
2048x1536
1,2 MB

Veja também