Vênus Crescente

Nesta fotografia vemos o crescente da Lua nascendo sobre a serena Residencia do Observatório do Paranal do ESO. Perto da Lua, Vênus, a Estrela d'Alva, está também visível no céu e alguns telescópios do ESO, agora calmos depois da noite de observação, podem igualmente ser vistos ao fundo.

Embora muito pequeno para poder ser observado nesta imagem, Vênus apresenta diferentes fases, do mesmo modo que a Lua. Vemos Vênus como um disco quando o planeta emerge por detrás do Sol, visto da Terra — os raios solares iluminam a face de Vênus virada para a Terra e por isso a  imagem da face completa do planeta é refletida de volta à Terra. A fase crescente ocorre quando Vênus emerge de detrás do Sol para a parte da sua órbita que se situa entre a Terra e o Sol, com a consequência de que progressivamente menos superfície do planeta vai sendo iluminada diretamente pelo Sol, a partir da perspectiva de um observador na Terra. À medida que Vênus continua a sua caminhada em torno do Sol, o crescente vai desaparecendo, deixando apenas uma fina fatia iluminada pela luz solar. Isto até Vênus atingir a conjunção e desaparecer da nossa vista, antes de voltar a emergir novamente como um crescente fino que inicia o ciclo de fases uma vez mais.

Crédito:

R. Wesson/ESO

Sobre a imagem

Id:potw1704a
Idioma:pt-br
Tipo:Fotográfico
Data de divulgação:23 de Janeiro de 2017 às 06:00
Tamanho:4356 x 2091 px

Sobre o objeto

Nome:Paranal Residencia, Venus
Tipo:Unspecified

Formatos de imagens

JPEG grande
1,8 MB

Zoom


Papéis de parede

1024x768
182,7 KB
1280x1024
296,1 KB
1600x1200
433,4 KB
1920x1200
511,6 KB
2048x1536
712,5 KB

 

Veja também