Uma viagem a Marte

Muitas Fotos da Semana do ESO mostram objetos cósmicos distantes — conjuntos misteriosos de estrelas, gás e poeira a milhões de anos-luz de distância. Esta panorâmica, no entanto, mostra algo mais tangível mas não menos glorioso ou belo — a nossa casa planetária, a Terra.

Capturada no momento em que o Sol se põe por trás de um horizonte falso de nuvens, o céu resplandece em tons alaranjados tão vívidos que a paisagem do deserto toma uma aparência quase alienígena. De fato, o deserto chileno do Atacama é por vezes usado por equipes de filmagem que pretendem filmar paisagens do tipo marciano! Esta visão do "outro mundo" deve-se ao clima excepcionalmente árido e ao completo isolamento do local. A ausência de humidade, chuva ou poluição luminosa dá origem a uma paisagem poeirenta e rochosa encimada por alguns dos céus límpidos mais espetaculares que podem ser encontrados na Terra.

Esta imagem foi obtida por Simon Lowery do ESO em 2016 a partir do Cerro Armazones, o local onde irá ser instalado o Extremely Large Telescope (ELT). O Paranal, lar do Very Large Telescope (VLT), pode ser visto para lá das colinas que se encontram no centro da imagem. Podemos ver os telescópios do VLT juntamente com o VLT Survey Telescope (VST) no pico mais à esquerda, enquanto o Visible and Infrared  Survey Telescope for Astronomy (VISTA) se encontra no pico adjacente.

Crédito:

ESO/S. Lowery

Sobre a imagem

Id:potw1718a
Idioma:pt-br
Tipo:Fotográfico
Data de divulgação:1 de Maio de 2017 às 06:00
Tamanho:5760 x 3240 px

Sobre o objeto

Nome:Paranal
Tipo:Unspecified : Technology : Observatory

Formatos de imagens

JPEG grande
3,7 MB

Zoom


Papéis de parede

1024x768
92,8 KB
1280x1024
153,6 KB
1600x1200
237,3 KB
1920x1200
280,0 KB
2048x1536
446,0 KB

 

Veja também