eso0928-pt-br — Foto de imprensa

Nebulosa com um Motor Duplo

5 de Agosto de 2009

O ESO acaba de lançar uma extraordinária imagem de um campo de estrelas na direcção da Constelação Carina. Esta imagem fantástica brilha devido à profusão de estrelas de todas as cores e brilhos, algumas das quais são vistas sobre um fundo de nuvens de poeira e gás. Uma estrela invulgar no centro, HD 87643, foi estudada de modo muito completo utilizando vários telescópios do ESO, incluindo o interferómetro do Very Large Telescope (VLTI). Rodeada por uma nebulosa complexa e extensa, que é o resultado de anteriores ejecções violentas de matéria, a estrela aparece com uma companheira. Interacções neste sistema duplo, rodeado por um disco de poeira, parecem ser a razão da existência da nebulosa.

A nova imagem, que mostra um campo com muitas estrelas na direcção do braço de Carina da Via Láctea, tem como centro a estrela  HD 87643, um membro da exótica classe de estrelas B[e] [1]. A imagem faz parte de um conjunto de observações que fornece aos astrónomos a melhor imagem de sempre de uma estrela do tipo B[e].

A imagem foi obtida com a câmara de grande campo (Wide Field Imager, WFI) montada no telescópio MPG/ESO de 2.2 metros, que se encontra no Observatório de La Silla, no Chile, a uma altitude de 2400 metros. A imagem mostra muito bem a nebulosa extensa de gás e poeira que reflecte a luz da estrela. O vento da estrela central parece ter dado forma à nebulosa, deixando atrás de si rastos dispersos de gás e poeira  brilhantes. Uma investigação cuidada destas estruturas parece indicar que existem ejecções regulares de matéria, a partir da estrela, cada 15 a 50 anos.

Uma equipa de astrónomos, liderados por Florentin Millour, estudou a estrela HD 87643 em grande detalhe, usando vários telescópios do ESO. Para além do WFI, a equipa utilizou também o Very Large Telescope (VLT), no Paranal.

No VLT, os astrónomos utilizaram o NACO, um instrumento com óptica adaptativa, que lhes permitiu obter uma imagem da estrela sem o efeito desfocado devido à atmosfera terrestre. No seguimento da análise do objecto, a equipa obteve ainda uma imagem com o interferómetro do Very Large Telescope (VLTI).

O grande alcance deste conjunto de observações, desde a imagem panorâmica do WFI até ao detalhe das observações do VLTI, corresponde a fazer um zoom no objecto de um factor 60 000 entre os dois extremos. Os astrónomos descobriram que a HD 87643 tem uma estrela companheira situada a cerca de 50 vezes a distância Terra-Sol e que se encontra envolvida numa concha compacta de poeira. As duas estrelas estão, provavelmente, em órbita uma em torno da outra, com um período entre 20 e 50 anos. Estão também, certamente, rodeadas por um disco de poeira.

A presença da estrela companheira pode explicar a ejecção regular de matéria vinda da estrela principal e a formação da nebulosa: à medida que a companheira se desloca numa órbita bastante elíptica, aproxima-se regularmente da HD 87643, o que dá origem à ejecção de material observada.

Notas

[1]: Estrelas B[e] são estrelas de tipo espectral B, que apresentam riscas de emissão no seu espectro, daí o “e”. Estas estrelas encontram-se rodeadas por enormes quantidades de poeira.

Mais Informações

O trabalho sobre a HD 87643 foi publicado num artigo que sairá na revista científica Astronomy and Astrophysics: A binary engine fueling HD 87643’s complex circumstellar environment using AMBER/VLTI imaging, by F. Millour et al.

O ESO, o Observatório do Sul Europeu, é a mais importante organização europeia intergovernamental para a investigação em astronomia e é o observatório astronómico mais produtivo do mundo. O ESO é  financiado por 14 países: Áustria, Alemanha, Bélgica, Dinamarca, Espanha, Finlândia, França, Itália, Holanda, Portugal, Reino Unido, República Checa, Suécia e Suíça. O ESO destaca-se por levar a cabo um programa de trabalhos ambicioso, focado na concepção, construção e funcionamento de observatórios astronómicos terrestres de ponta, que possibilitam aos astrónomos importantes descobertas científicas. O ESO também tem um papel importante na promoção e organização de cooperação na investigação astronómica. O ESO mantém em funcionamento três observatórios de ponta, no Chile: La Silla, Paranal e Chajnantor. No Paranal, o ESO opera  o Very Large Telescope, o observatório astronómico, no visível, mais avançado do mundo. O ESO é o parceiro europeu do revolucionário telescópio  ALMA, o maior projecto astronómico que existe actualmente. O ESO encontra-se a planear o European Extremely Large Telescope, E-ELT, um telescópio de 42 metros que observará na banda do visível e próximo infravermelho. O E-ELT será “o maior olho no céu do mundo”.

Links

Artigo científico

Contatos

Florentin Millour
Max-Planck Institute for Radio Astronomy
Bonn, Germany
Tel.: +49 228 525 188
e-mail: fmillour@mpifr.de

Henri Boffin
ESO
Paranal, Chile
Tel.: +49 89 3200 6222
e-mail: hboffin@eso.org

Valeria Foncea
ESO
Chile
Tel.: +56 2 463 3123
e-mail: vfoncea@eso.org

Este texto é a tradução da Nota de Imprensa do ESO eso0928, cortesia do ESON, uma rede de pessoas nos Países Membros do ESO, que servem como pontos de contato local para a imprensa. O representante brasileiro é Gustavo Rojas, da Universidade Federal de São Carlos. A nota de imprensa foi traduzida por Margarida Serote (Portugal) e adaptada para o português brasileiro por Gustavo Rojas.

Sobre a nota de imprensa

No. da notícia:eso0928-pt-br
Legacy ID:PR 28/09
Facility:Very Large Telescope Interferometer
Science data:2009A&A...507..317M

Imagens

Reflection Nebula around HD 87643
Reflection Nebula around HD 87643
somente em inglês
HD 87643
HD 87643
somente em inglês
The double star HD 87643
The double star HD 87643
somente em inglês
Composite "zoom" on the double star HD 87643
Composite "zoom" on the double star HD 87643
somente em inglês
The field around HD 87643
The field around HD 87643
somente em inglês
Digitized Sky Survey Image of the double star HD 87643
Digitized Sky Survey Image of the double star HD 87643
somente em inglês

Vídeos

Zoom-in on the double star HD 87643
Zoom-in on the double star HD 87643
somente em inglês
ESOcast 9: Celestial Tango Makes for a Gorgeous Nebula
ESOcast 9: Celestial Tango Makes for a Gorgeous Nebula
somente em inglês

Veja também