eso1349pt-br — Nota de imprensa institucional

Planetário e Centro de Visitantes doados ao ESO

3 de Dezembro de 2013

O ESO recebeu como donativo um planetário e um centro de visitantes, que serão construídos junto à Sede do ESO, em Garching bei München, Alemanha. O centro, que será uma magnífica ode à astronomia, tornar-se-á uma realidade graças à organização Klaus Tschira Stiftung, que se ofereceu para financiar totalmente a sua construção.

O ESO aceitou a oferta da Klaus Tschira Stiftung para financiar a construção de um novo planetário e centro de visitantes junto à Sede do ESO, em Garching bei München, Alemanha. O novo centro será gerido por fundos operacionais do ESO e foi pensado com o intuito de incentivar as pessoas a olhar para as estrelas e dar a conhecer a importância da astronomia e os seus efeitos na vida do dia-a-dia.

A Klaus Tschira Stiftung é uma organização alemã sem fins lucrativos fundada pelo físico Klaus Tschira em 1995. O seu objetivo é apoiar as ciências naturais, a matemática e as ciências de computadores, com especial relevo na educação e divulgação científica destes campos junto do grande público.

Esta nova infraestrutura dará aos seus visitantes uma excelente visão da astronomia de modo geral e dos resultados científicos, projetos e desenvolvimentos tecnológicos de ponta do ESO, em particular. Todos os conteúdos serão oferecidos tanto em inglês como em alemão.

O design exclusivo do novo edifício lembra a forma de um sistema binário de estrelas a sofrer transferência de massa de uma componente para a outra, culminando numa supernova, o que está precisamente refletido no nome do edifício: Supernova ESO. O design deste elegante edifício foi concebido por Klaus Tschira, com a ajuda da firma de arquitetura sediada em Darmstadt, Bernhardt + Partner.

O centro atuará como uma infraestrutura “irmã” da Haus der Astronomie (Casa da Astronomia), um centro de divulgação e educação de astronomia situado em Heidelberg, na Alemanha, fundado no final de 2008 pela Sociedade Max Planck para o Avanço da Ciência e pela Klaus Tschira Stiftung.

O Supernova ESO oferecerá aos seus visitantes uma experiência memorável graças ao planetário de cúpula completa que utilizará tecnologia de vanguarda e aos mais de 2000 metros quadrados de exposições permanentes e temporárias. O edifício contará ainda com espaço adicional para a realização de conferências, aulas e workshops. Para além de tudo isto, está igualmente planeado um observatório público gerido por astrónomos e engenheiros voluntários do ESO.

“A astronomia é uma ciência fascinante e inspiradora e eu orgulho-me em poder contribuir ajudando a partilhar o entusiasmo desta ciência com o público,” diz Klaus Tschira, Diretor Gerente da Klaus Tschira Stiftung.

“Esperamos que este centro resplandeça como uma nova estrela muito brilhante, criando entusiasmo e paixão pela astronomia a todos os que o visitem,” diz Tim de Zeeuw, Diretor Geral do ESO.

O centro foi planeado de modo a cumprir objetivos de sustentabilidade em termos ambientais, económicos, sócio-culturais, funcionais e tecnológicos.

A Sede do ESO situa-se no centro de investigação de Garching, cerca de 15 quilómetros a norte de Munique. O centro é um dos maiores complexos de investigação e ensino na Alemanha, empregando 6000 funcionários e contando com 13 000 estudantes. É igualmente o local que acolhe a maior parte da Universidade Técnica de Munique, assim como vários institutos da Sociedade Max Planck, da Universidade Ludwig Maximilian de Munique, da Academia de Ciências da Baviera e de numerosos outros institutos e companhias de renome.

O projeto baseia-se numa ideia que surgiu da cooperação entre o ESO e o Instituto de Estudos Teóricos de Heidelberg (HITS) - o instituto de investigação da Klaus Tschira Stiftung. Os trabalhos de construção começarão em 2014.

Mais Informações

O ESO é a mais importante organização europeia intergovernamental para a investigação em astronomia e é o observatório astronómico mais produtivo do mundo. O ESO é  financiado por 15 países: Alemanha, Áustria, Bélgica, Brasil, Dinamarca, Espanha, Finlândia, França, Holanda, Itália, Portugal, Reino Unido, República Checa, Suécia e Suíça. O ESO destaca-se por levar a cabo um programa de trabalhos ambicioso, focado na concepção, construção e funcionamento de observatórios astronómicos terrestres de ponta, que possibilitam aos astrónomos importantes descobertas científicas. O ESO também tem um papel importante na promoção e organização de cooperação na investigação astronómica. O ESO mantém em funcionamento três observatórios de ponta, no Chile: La Silla, Paranal e Chajnantor. No Paranal, o ESO opera  o Very Large Telescope, o observatório astronómico óptico mais avançado do mundo e dois telescópios de rastreio. O VISTA, o maior telescópio de rastreio do mundo que trabalha no infravermelho e o VLT Survey Telescope, o maior telescópio concebido exclusivamente para mapear os céus no visível. O ESO é o parceiro europeu do revolucionário telescópio  ALMA, o maior projeto astronómico que existe atualmente. O ESO encontra-se a planear o European Extremely Large Telescope, E-ELT, um telescópio de 39 metros que observará na banda do visível e do infravermelho próximo. O E-ELT será “o maior olho do mundo virado para o céu”.

Links

Contatos

Richard Hook
ESO, Public Information Officer
Garching bei München, Germany
Tel.: +49 89 3200 6655
Cel.: +49 151 1537 3591
e-mail: rhook@eso.org

Renate Ries
Klaus Tschira Stiftung, Media and Communication
Heidelberg, Germany
Tel.: +49 6221 533 102
e-mail: renate.ries@klaus-tschira-stiftung.de

Lars Lindberg Christensen
Head, ESO education and Public Outreach Department
Garching bei München, Germany
Tel.: +49 89 3200 6761
Cel.: +49 173 3872 621
e-mail: lars@eso.org

Este texto é a tradução da Nota de Imprensa do ESO eso1349, cortesia do ESON, uma rede de pessoas nos Países Membros do ESO, que servem como pontos de contato local para a imprensa. O representante brasileiro é Gustavo Rojas, da Universidade Federal de São Carlos. A nota de imprensa foi traduzida por Margarida Serote (Portugal) e adaptada para o português brasileiro por Gustavo Rojas.

Sobre a nota de imprensa

No. da notícia:eso1349pt-br
Tipo:• Unspecified : Technology

Imagens

O novo planetário e centro de exposições na Sede do ESO
O novo planetário e centro de exposições na Sede do ESO
O novo planetário e centro de exposições na Sede do ESO
O novo planetário e centro de exposições na Sede do ESO
O novo planetário e centro de exposições na Sede do ESO
O novo planetário e centro de exposições na Sede do ESO
O novo planetário e centro de exposições na Sede do ESO
O novo planetário e centro de exposições na Sede do ESO
O novo planetário e centro de exposições na Sede do ESO
O novo planetário e centro de exposições na Sede do ESO

Veja também