eso1728pt-br — Nota de imprensa institucional

Xavier Barcons inicia o seu mandato como Diretor Geral do ESO

1 de Setembro de 2017

A 1 de setembro de 2017, Xavier Barcons iniciou as suas funções como o 8º Diretor Geral do ESO. Barcons começa o seu mandato numa altura muito interessante da história do ESO. A construção do Extremely Large Telescope progride a passos largos, esperando-se a primeira luz para 2024.

Xavier Barcons, o novo Diretor Geral do ESO, tem imensa experiência tanto a nível acadêmico como a nível de organizações internacionais. Nos últimos 10 anos, desempenhou vários cargos no ESO, incluindo o de Presidente do Conselho do ESO durante o período de 2012 a 2014. Contribuiu de forma significativa para vários projetos principais do ESO, como o Atacama Large Millimeter/submillimeter Array (ALMA) e o Extremely Large Telescope (ELT), tendo este último sido aprovado durante o seu mandato como Presidente do Conselho do ESO.

Durante o seu mandato como Diretor Geral, Xavier Barcons planeja continuar a caminhar em direção ao objetivo derradeiro do ESO, preparando o caminho para novas descobertas científicas feitas pelos astrônomos nos Estados Membros do ESO, confiante de que esta organização se encontra preparada para fazer face aos desafios dos avanços tecnológicos e observacionais do futuro.

A astronomia é uma das ciências mais vivas que existem, com os seus objetivos modificando-se diariamente,” disse Barcons. “O ESO é uma organização única no mundo astronômico, estando bem equipado para responder a estas mudanças.

Com o ESO a operar, ou apoiar, de modo bem sucedido dezenas de telescópios com diversos instrumentos cada um, o novo Diretor Geral planeja continuar a apoiar La Silla, o Paranal, o APEX e o ALMA, enquanto avança com o ELT.

Quero agradecer a Tim de Zeeuw e a todo o pessoal do ESO por terem ajudado a colocar o ESO na posição muito forte que hoje ocupa como o observatório terrestre mais produtivo do mundo,” disse Xavier Barcons. “Sinto-me honrado por assumir este cargo e tenho consciência que se trata de um passo muito importante na minha vida. Aguardo com expectativa a tomada de responsabilidade como Diretor Geral e a resposta aos desafios que forem apresentados.

Barcons continua: ”Iremos nos concentrar em construir e entregar o ELT, o qual será o maior telescópio óptico do mundo, e manteremos os observatórios La Silla-Paranal e ALMA operacionais e atuais, os quais são efetivamente os nossos instrumentos de trabalho atuais situados na vanguarda das infraestruturas astronômicas mundiais. Esperamos obter ainda mais observações em múltiplos comprimentos de onda, à medida que continuamos a fazer avançar as fronteiras tecnológicas com os nosso telescópios atuais e futuros aqui no ESO.

O novo Diretor Geral do ESO dá-nos a sua perspectiva sobre o ESO e o seu novo cargo no mais recente ESOcast e escreve sobre a importância do ESO como observatório de comprimentos de onda múltiplos no ESOblog.

Mais Informações

O ESO é a mais importante organização europeia intergovernamental para a investigação em astronomia e é de longe o observatório astronômico mais produtivo do mundo. O ESO é  financiado por 16 países: Alemanha, Áustria, Bélgica, Brasil, Dinamarca, Espanha, Finlândia, França, Holanda, Itália, Polônia, Portugal, Reino Unido, República Checa, Suécia e Suíça, assim como pelo Chile, o país de acolhimento. O ESO destaca-se por levar a cabo um programa de trabalhos ambicioso, focado na concepção, construção e operação de observatórios astronômicos terrestres de ponta, que possibilitam aos astrônomos importantes descobertas científicas. O ESO também tem um papel importante na promoção e organização de cooperação na investigação astronômica. O ESO mantém em funcionamento três observatórios de ponta no Chile: La Silla, Paranal e Chajnantor. No Paranal, o ESO opera  o Very Large Telescope, o observatório astronômico óptico mais avançado do mundo e dois telescópios de rastreio. O VISTA, o maior telescópio de rastreio do mundo que trabalha no infravermelho e o VLT Survey Telescope, o maior telescópio concebido exclusivamente para mapear os céus no visível. O ESO é um parceiro principal no ALMA, o maior projeto astronômico que existe atualmente. E no Cerro Armazones, próximo do Paranal, o ESO está a construir o European Extremely Large Telescope (E-ELT) de 39 metros, que será “o maior olho do mundo virado para o céu”.

Links

Contatos

Gustavo Rojas
Universidade Federal de São Carlos
São Carlos, Brazil
Tel.: +551633519797
e-mail: grojas@ufscar.br

Lars Lindberg Christensen
Head of ESO ePOD
Garching bei München, Germany
Tel.: +49 89 3200 6761
Cel.: +49 173 3872 621
e-mail: lars@eso.org

Connect with ESO on social media

Este texto é a tradução da Nota de Imprensa do ESO eso1728, cortesia do ESON, uma rede de pessoas nos Países Membros do ESO, que servem como pontos de contato local para a imprensa. O representante brasileiro é Gustavo Rojas, da Universidade Federal de São Carlos. A nota de imprensa foi traduzida por Margarida Serote (Portugal) e adaptada para o português brasileiro por Gustavo Rojas.

Sobre a nota de imprensa

No. da notícia:eso1728pt-br
Nome:ESO Director General
Tipo:Unspecified : People : Scientist

Imagens

Xavier Barcons inicia o seu mandato como Diretor Geral do ESO
Xavier Barcons inicia o seu mandato como Diretor Geral do ESO

Vídeos

ESOcast 125: Entrevista com o novo Diretor Geral do ESO Xavier Barcons — Início de mandato no ESO
ESOcast 125: Entrevista com o novo Diretor Geral do ESO Xavier Barcons — Início de mandato no ESO

Veja também