ESOcast 63: “Gigantes flexíveis - A evolução dos espelhos de telescópio”

O céu limpo da noite oferece um dos mais belos espetáculos da natureza. O olho adapta-se ao escuro e a pupila dilata-se para coletar mais radiação, permitindo assim que estrelas mais tênues se tornem visíveis aos nossos olhos. No entanto, a área coletora do olho humano é minúscula. Para perscrutar muito mais profunda e detalhadamente o céu, os astrônomos precisam de telescópios com espelhos primários enormes, os quais fazem um trabalho muito melhor.

Crédito:

ESO
Visual design and editing: Martin Kornmesser and Luis Calçada.
Editing: Herbert Zodet.
Web and technical support: Mathias André and Raquel Yumi Shida.
Written by: Phillip Keane and Herbert Zodet.
Presented by: Joe Liske (Dr. J).
Narration: Sara Mendes da Costa.
Music: Schmitz & Niebuhr-Orgelqualität
(http://www.derkleinegruenewuerfel.de), CC-BY-NC.
Footage and photos: ESO, Luis Calçada, Martin Kornmesser, Simon Lowery,
Christoph Malin (christophmalin.com), Gerd Hüdepohl (atacamaphoto.com),
Dave Jones and José Francisco Salgado (josefrancisco.org).
Directed by: Herbert Zodet.
Executive producer: Lars Lindberg Christensen.

 

 ESOcast HD (High Definition - 1280 x 720)
 ESOcast SD (Standard Definition - 640 x 480)

 ESOcast HD (High Definition) in iTunes
 ESOcast SD (Standard Definition) in iTunes

Sobre o Vídeo

Id:esocast63a
Idioma:pt-br
Data de divulgação:19 de Fevereiro de 2014 às 11:00
Anúncios relacionados:ann14014
Duração:07m 43s

Sobre o objeto

Tipo:• X - ESOcast

HD


Grande

QT grandes
118,9 MB

Médio

MPEG-1 médios
195,1 MB
Flash médios
105,2 MB

Pequeno

Flash pequenos
46,8 MB
QT pequenos
29,1 MB

For Broadcasters


Script

Script
86,0 KB

Legendas

Czech
7,7 KB
English
7,9 KB
Greek
12,7 KB
German
8,5 KB
Russian
11,9 KB
Polish
7,6 KB
Italian
8,3 KB

Veja também