Escolha a sua língua:

ann13078-pt — Anúncio

Telescópio de 2,2 metros devolvido à Sociedade Max Planck

Telescópio mantém-se operacional mas apenas para utilizadores da Sociedade Max Planck

30 de Setembro de 2013

A partir de 1 de outubro de 2013, o telescópio MPG/ESO de 2,2 metros instalado no Observatório de La Silla, no Chile, deixará de estar à disposição da comunidade ESO. Até agora o telescópio tem sido operado pelo ESO, tendo estado disponível tanto à comunidade ESO como aos utilizadores da Sociedade Max Planck (MPG). No futuro, o ESO não oferecerá este telescópio aos seus utilizadores, embora a Sociedade Max Planck continue a fazê-lo. O telescópio e os seus instrumentos encontravam-se igualmente à disposição dos astrónomos chilenos, situação que se manterá.

O telescópio MPG/ESO de 2,2 metros foi originalmente construído pelo Instituto Max Planck de Astronomia (Heidelberg, Alemanha) com o intuito de ser instalado na Namíbia. Acabou por não ser instalado nesse país e foi mais tarde oferecido ao ESO nos termos de um acordo segundo o qual o ESO se encarregava da instalação do telescópio no Observatório de La Silla, no Chile - o que foi feito em 1983 - e geria a sua subsequente operação.

Durante um período de trinta anos o telescópio MPG/ESO de 2,2 metros foi usado em ciência de vanguarda, incluindo investigação pioneira sobre os brilhos que se seguem às explosões de raios gama, as explosões mais intensas no Universo.

Para além da sua instrumentação atual - a câmara WFI, o espectrógrafo FEROS muito utilizado e o sistema de explosão de raios gama GROND - o telescópio MPG/ESO de 2,2 metros acolheu igualmente a primeira câmara infravermelha de uso comum oferecida pelo ESO, o sistema IRAC, instalado em 1988. Todos os dados colectados com o telescópio ficarão disponíveis no Arquivo Científico do ESO.

O telescópio MPG/ESO de 2,2 metros, em particular quando usado conjuntamente com o instrumento Wide Field Imager (WFI), foi também uma das infraestruturas mais produtivas no que concerne bonitas imagens, as quais foram divulgadas pelo ESO sob forma de fotos de imprensa (mais de vinte das imagens Top 100 do ESO foram obtidas com este telescópio e esta câmara). Nos próximos anos o ESO continuará a compor imagens a partir de dados do WFI, baseadas em dados já colectados. As mais recentes mostram os enxames estelares brilhantes NGC 2547 (eso1317) e NGC 3766 (eso1326).

Links

Contactos

Richard Hook
ESO Public Information Officer
Garching bei München, Alemanha
Tel: +49 89 3200 6655
Telm: +49 151 1537 3591
Email: rhook@eso.org

Bookmark and Share

Sobre o anúncio

Id:ann13078

Imagens

Colagem de imagens obtidas com o telescópio MPG/ESO de 2,2 metros
Colagem de imagens obtidas com o telescópio MPG/ESO de 2,2 metros