ann17082-pt — Anúncio

ESOcast 139: Porque é que os astrónomos querem usar o ALMA — O ALMA e as Nuvens Interestelares Frias

27 de Novembro de 2017

O Universo não é espaço vazio — está cheio de poeira! Algumas regiões são, de facto, muito, muito poeirentas. Novas estrelas bebés, por exemplo, encontram-se rodeadas por um disco de poeira que alimenta de matéria a jovem estrela, fazendo-a crescer. Esta fase vital da vida de uma estrela jovem deve ser bem estudada de modo a compreendermos melhor a evolução estelar. No entanto, observar através da poeira é uma tarefa difícil para muitos telescópios. E é aqui que entra o ALMA.

O ESOcast 139 mostra como é que as capacidades observacionais do ALMA permitem aos astrónomos compreender melhor objetos que, de outro modo, estariam escondidos no nosso Universo.

Pode subscrever os ESOcasts no iTunes, receber episódios futuros no YouTube ou seguir-nos no Vimeo.

Encontram-se disponíveis mais episódios do ESOcast.

Descubra como pode ver e contribuir com legendas para o ESOcast em diversas línguas ou traduzir este vídeo no YouTube.

Mais Informações

O ALMA, uma infraestrutura astronómica internacional, surge no âmbito de uma parceria entre o ESO, a Fundação Nacional para a Ciência dos Estados Unidos (NSF) e os Institutos Nacionais de Ciências da Natureza (NINS) do Japão, em cooperação com a República do Chile.

Links

Contactos

Richard Hook
ESO Public Information Officer
Garching bei München, Alemanha
Tel: +49 89 3200 6655
Telm: +49 151 1537 3591
Email: rhook@eso.org

Sobre o anúncio

Id:ann17082

Imagens

Cena do ESOcast 139
Cena do ESOcast 139

Vídeos

ESOcast 139: O ALMA e as Nuvens Interestelares Frias
ESOcast 139: O ALMA e as Nuvens Interestelares Frias