Anúncios 2013

ann13012-pt — Anúncio
Publicada nova brochura ALMA
25 de Fevereiro de 2013: Uma nova brochura intitulada O Universo ALMA detalhando a concepção, construção e uso do Atacama Large Millimeter/submillimeter Array (ALMA) foi publicada pelo ESO em colaboração com os seus parceiros nos Estados Unidos (NRAO) e no Leste Asiático (NAOJ). A publicação descreve as componentes e propriedades do observatório que o tornam um projeto verdadeiramente inovador, desde a sua localização até às suas antenas revolucionárias, os seus receptores e transportadores especializados, o poderoso supercomputador que é o correlador ALMA, a sua alta resolução de imagem e as suas imagens astronómicas extremamente nítidas.A brochura destaca também algumas das descobertas científicas mais recentes feitas com o ALMA. Embora ainda não se encontre completamente operacional, a rede teve já resultados extraordinários utilizando apenas uma parte das antenas durante a fase observacional de Ciência Preliminar.A brochura ALMA encontra-se disponível online em inglês e em espanhol.
ann13011-pt — Anúncio
Entrega do último módulo de primeira interface do ALMA
22 de Fevereiro de 2013: O último sistema de primeira interface para o Atacama Large Millimeter/submillimeter Array (ALMA) foi entregue no Centro de Apoio às Operações (OSF, sigla do inglês) no Chile, atingindo-se assim outro marco no culminar do projeto. Com uma primeira interface instalada em cada uma das 66 antenas do ALMA, estas componentes são o primeiro passo de uma longa cadeia de dispositivos que recebem, convertem, processam e registam os dados astronómicos colectados pelo telescópio. Cada componente contém um conjunto de receptores extremamente sensíveis, arrefecidos a uma temperatura de apenas quatro graus acima do zero absoluto (-269º Celsius), que detectam a radiação que o ALMA “vê”, nos comprimentos de onda do milímetro e do submilímetro.A construção destes componentes do ALMA foi partilhada entre os vários parceiros do projeto, tanto na Europa, como na América do Norte e Leste Asiático. Vinte e seis de um total de 70 unidades foram construídas no Centro de ...
ann13010-pt — Anúncio
Novo Laser melhora as capacidades do VLT
21 de Fevereiro de 2013: Um novo laser mais poderoso acaba de ser testado com sucesso no Observatório do Paranal do ESO, tendo sido formalmente aceite hoje. Este novo laser chama-se PARLA e será uma parte fundamental da Infraestrutura de Estrela Guia Laser (LGSF, sigla do inglês) no Very Large Telescope do ESO (VLT).O laser é usado para gerar uma estrela artificial a cerca de 90 quilómetros de altitude na atmosfera [1]. Esta informação é depois utilizada para ajustar em tempo real os espelhos deformáveis, de modo a corrigir as observações da maior parte das perturbações causadas pelo constante movimento da atmosfera, criando assim imagens muito mais nítidas.Este novo laser irá aumentar grandemente a fiabilidade e flexibilidade das operações da LGSF. O sistema usa tecnologia semelhante àquela que será utilizada nos quatro lasers da futura Infraestrutura de Óptica Adaptativa, que se encontra atualmente em desenvolvimento no ESO. O novo laser tem uma potência de 7 ...
ann13009-pt — Anúncio
O ESO continua a liderar como o observatório terrestre mais produtivo do mundo
19 de Fevereiro de 2013: Uma análise do número de artigos científicos com júri de leitura publicados em 2012 utilizando dados obtidos pelos telescópios e instrumentos do ESO, mostrou que o ESO continua a liderar como o observatório terrestre mais produtivo do mundo. Foram publicados mais de 870 artigos com júri de leitura utilizando dados do ESO no ano passado, o que corresponde um aumento significativo relativamente aos totais anteriores e é também o maior número de publicações num ano em toda a história do ESO. O número de artigos escritos em 2012 utilizando dados do ESO, ficou ligeiramente à frente dos artigos que utilizaram dados do Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA.Cerca de 70% de todos os artigos escritos em 2012 com créditos dados ao ESO, utilizam dados obtidos pelo Very Large Telescope (VLT)/Interferómetro do VLT, uma fracção que vem aumentando de forma consistente ao longo dos últimos três anos. Outras infraestruturas astronómicas no Observatório ...
annlocal13001-pt — Anúncio
Cosmos deslumbra portugueses a partir do mês de Fevereiro
15 de Fevereiro de 2013: Dezenas de imagens astronómicas poderão ser vistas na exposição Um Universo Deslumbrante, a partir do dia 8 de Fevereiro no Museu Nacional de História Natural e da Ciência (MNHNC), em Lisboa. O público poderá observar imagens de galáxias, nebulosas e enxames de estrelas, em grande formato e em alta definição, obtidas pelos telescópios do Observatório Europeu do Sul (ESO) no âmbito da celebração dos 50 anos desta instituição europeia para a investigação em astronomia. Portugal, membro do ESO desde 2001, associa-se assim a este evento, que constitui um marco na história da astronomia na Europa. José Afonso, director do Centro de Astronomia e Astrofísica da Universidade de Lisboa (CAAUL) e comissário da exposição, sublinha que “este evento é, acima de tudo, uma homenagem à capacidade e ao engenho do ser humano, nesta eterna procura pelas suas origens. As imagens deslumbrantes em exposição mostram as maravilhas que o Universo nos oferece, ...
ann13008-pt — Anúncio
ESOcast 53: Chile Chill 3
15 de Fevereiro de 2013: Este é o terceiro episódio do Chile Chill, um tipo de ESOcast pensado para oferecer uma experiência calma do céu noturno chileno e dos locais de observação do ESO, sem a distração de factos ou narração. Neste episódio podemos apreciar magníficas imagens do deserto do Atacama, incluindo o vulcão Licancabur e o nascer da Lua sobre os Andes. Este episódio foca-se no ALMA, o Atacama Large Millimeter/submillimeter Array. Assista ao movimento sincronizado das antenas à medida que dançam para um plateia de estrelas a correr pelo céu em sequências time-lapse. O projeto ALMA está muito próximo de sua conclusão e encontra-se já a fornecer resultados significativos aos cientistas. O video está sincronizado com a música instrumental composta por John Stanford (johnstanfordmusic.com). Mais Informações O ESOcast é uma série de videocasts dedicada a levar até ao público as últimas novidades e investigação científica do ESO – o Observatório Europeu do Sul.  ...
ann13006-pt — Anúncio
ESO participa da maior cimeira internacional da história do Chile
22 de Janeiro de 2013: A Cimeira da Comunidade Latino Americana e Estados das Caraíbas (CELAC) e União Europeia, o maior evento já organizado pelo Chile, foi aberta pelo Presidente Sebastian Piñera hoje. A cúpula é um fórum de discussão de negócios internacionais, com 61 chefes de estado e governo e suas delegações convidadas, esperando-se ainda 1500 jornalistas de todo o mundo para além dos 3000 delegados que comparecerão. A cimeira ocorrerá entre 22 e 27 de janeiro em Santiago. A Astronomia será um tema importante durante o evento, com destaque em várias ocasiões nos ecrãs gigantes da conferência, através de imagens dos observatórios do ESO no norte do Chile. No Retiro, a pequena sala onde os chefes de estado se irão reunir em particular, para discutirem assuntos internacionais, um modelo do E-ELT do ESO decorará o centro da sala entre constelações do céu austral visíveis do Chile, dando uma excitante visão do futuro da ...
ann13004-pt — Anúncio
Novos países no ESO Science Outreach Network
22 de Janeiro de 2013: O ESO estendeu a sua Science Outreach Network (ESON, Rede de Divulgção Científica) ainda mais, ao designar representantes nacionais para a Rússia, Roménia e Letónia. A rede cobre agora 27 países, incluindo os 15 estados membros. A informação principal do site internet do ESO encontra-se agora disponível em 19 línguas diferentes, o que significa que mais de 1,5 mil milhões de pessoas podem aceder a informação sobre o ESO e ler sobre descobertas astronómicas na sua própria língua. As notas de imprensa são traduzidas em 17 línguas diferentes e muitas da Fotografias da Semana e Anúncios são postos à disposição do público cada vez em mais línguas diferentes. Os nodos do ESO Science Outreach Network actuam como contactos locais do ESO junto do público e dos media, com o intuito de promover a missão do ESO e demonstrar os muitos aspectos inspiradores da astronomia. Servem também como pontos de contacto ...
ann13003-pt — Anúncio
ESOcast 52: Chovendo Estrelas
15 de Janeiro de 2013: De 14 a 16 de dezembro de 2012, a chuva de meteoros Geminídeos fez uma aparição espetacular no Observatório do Paranal do ESO, no Chile. Enquanto os meteoros caíam em profusão no local, o embaixador fotográfico do ESO, Gianluca Lombardi, tinha a sua máquina de filmar em punho para registrar o espetáculo, tendo passado mais de 40 horas a gravar o evento. Os Geminídeos são uma chuva de estrelas cadentes que parecem emanar da constelação dos Gémeos. Esta chuva acontece quando a Terra atravessa a órbita de um asteroide chamado 3200 Phaeton, o que ocorre uma vez por ano, no mês de dezembro. As partículas que se encontram no rasto de poeira ao longo da órbita do asteróide incendeiam-se ao entrar em nossa atmosfera, criando os brilhantes e velozes pontos de luz característicos das chuvas de meteoros. Este é o segundo episódio do Chile Chill, um tipo de ESOcast pensado ...
ann13002-pt — Anúncio
ALMA duplica o seu poder na nova fase de observações avançadas
8 de Janeiro de 2013: O ALMA (Atacama Large Millimeter/submillimeter Array) começou uma fase mais avançada de observações científicas. Esta fase, conhecida como Ciclo 1 da Ciência Preliminar, durará até outubro de 2013. O poder do telescópio foi grandemente aumentado: fará agora observações com mais antenas, separadas de distâncias maiores que anteriormente, e utilizará pela primeira vez antenas da Rede Compacta (ACA, sigla do inglês Atacama Compact Array).Embora o ALMA ainda esteja em construção, as primeiras operações científicas começaram em 2011. Nesta fase, conhecida como Ciclo 0 da Ciência Preliminar, o ALMA ultrapassou, em termos de performance, todos os outros telescópios do seu tipo, e as suas capacidades sem precedentes trouxeram-nos a primeira onda de excitantes resultados científicos, durante o ano transacto (ver por exemplo ann12101, eso1216, eso1239 e eso1248).As observações do Ciclo 0 começaram com apenas 16 das 66 antenas que o telescópio final apresentará (será composto por uma rede principal de 50 antenas ...
Mostrar 81 até 90 de 90