Lente gravitacional das galáxias longínquas com formação estelar intensa (figura esquemática)

Esta figura esquemática mostra como é que a luz emitida por uma galáxia longínqua é distorcida pelo efeito gravitacional de uma galáxias mais próxima, que actua como uma lente, fazendo com que a fonte distante apareça distorcida mas mais brilhante e formando característicos anéis de luz, os chamados anéis de Eisntein. Uma análise cuidada da distorção revelou que algumas destas galáxias com formação estelar intensa apresentam um brilho equivalente a 40 bilhões de sóis, sendo que as lentes gravitacionais amplificaram até 22 vezes este valor.

Créditos:

ALMA (ESO/NRAO/NAOJ), L. Calçada (ESO), Y. Hezaveh et al.

Sobre a imagem

Id:eso1313b
Língua:pt
Tipo:Ilustração
Data de divulgação:13 de Março de 2013 às 19:00
Notícias relacionadas:eso1313
Tamanho:4000 x 2500 px

Sobre o objeto

Tipo:• Early Universe : Cosmology : Phenomenon : Lensing

Formatos de imagens

JPEG grande
2,0 MB

 

Veja também