A evolução de uma gémea solar

Esta imagem segue a vida de uma estrela parecida ao Sol, desde o seu nascimento, à esquerda da figura, ao longo da sua evolução até chegar a uma gigante vermelha, à direita. À esquerda, vemos a estrela como uma protoestrela, embebida num disco de poeira à medida que se forma. Mais tarde torna-se uma estrela como o nosso Sol. Depois de passar a maior parte da sua vida nesta fase, a estrela começa gradualmente a aquecer, expandindo-se e tornando-se mais vermelha até se transformar numa gigante vermelha.

A seguir a esta fase, a estrela lançará as suas camadas exteriores para o espaço que a circunda, formando um objeto conhecido como uma nebulosa planetária, enquanto o núcleo da estrela propriamente dita arrefece, dando origem a um resto pequeno e denso chamado anã branca.

Esta imagem é meramente ilustrativa; as idades, tamanhos e cores são aproximadas (não estão à escala). Na fase de protoestrela, situada no lado esquerdo da imagem, o objeto pode ser cerca de 2000 vezes maior que o Sol, enquanto que na fase de gigante vermelha, no lado direito da imagem, a estrela pode ser algumas 100 vezes maior que o Sol.

Créditos:

ESO/M. Kornmesser

Sobre a imagem

Id:eso1337d
Língua:pt
Tipo:Ilustração
Data de divulgação:28 de Agosto de 2013 às 15:30
Notícias relacionadas:eso1337
Tamanho:3800 x 2250 px

Sobre o objeto

Nome:HIP 102152
Tipo:• Milky Way : Star
• X - Stars
Distância:250 anos-luz

Formatos de imagens

JPEG grande
1,8 MB

Zoom


Papéis de parede

1024x768
156,1 KB
1280x1024
257,4 KB
1600x1200
375,1 KB
1920x1200
438,3 KB
2048x1536
641,6 KB

 

Veja também