Enxame de galáxias MACS J1149.5+2223

Esta imagem mostra o enorme enxame de galáxias MACS J1149.5+2223, cuja luz demorou mais de 5 mil milhões de anos a chegar até nós. A enorme massa do enxame faz curvar a luz emitida por objetos mais distantes. A luz destes objetos é aumentada e distorcida devido ao efeito de lente gravitacional. É ainda este efeito que cria igualmente imagens múltiplas destes objetos distantes.

Créditos:

NASA, ESA, S. Rodney (John Hopkins University, USA) and the FrontierSN team; T. Treu (University of California Los Angeles, USA), P. Kelly (University of California Berkeley, USA) and the GLASS team; J. Lotz (STScI) and the Frontier Fields team; M. Postman (STScI) and the CLASH team; and Z. Levay (STScI)

Sobre a imagem

Id:eso1815b
Língua:pt
Tipo:Observação
Data de divulgação:16 de Maio de 2018 às 19:00
Notícias relacionadas:eso1815
Tamanho:3800 x 3800 px

Sobre o objeto

Nome:MACS j1149.5+223
Tipo:Early Universe : Galaxy : Grouping : Cluster
Constellation:Leo

Formatos de imagens

JPEG grande
4,8 MB

Zoom


Papéis de parede

1024x768
273,4 KB
1280x1024
439,1 KB
1600x1200
642,7 KB
1920x1200
785,5 KB
2048x1536
1,1 MB

Coordenadas

Position (RA):11 49 36.09
Position (Dec):22° 24' 1.08"
Field of view:1.90 x 1.90 arcminutes
Orientação:O norte está a 0.0° à esquerda da vertical

Cores e filtros

BandaComprimento de ondaTelescópio
Óptico
I
814 nmHubble Space Telescope
ACS
Infravermelho
Z
1.05 μmHubble Space Telescope
WFC3
Infravermelho
J
1.25 μmHubble Space Telescope
WFC3
Infravermelho
J/H
1.4 μmHubble Space Telescope
WFC3
Infravermelho
H
1.6 μmHubble Space Telescope
WFC3

 

Veja também