Escolha a sua língua:

A solidão do ALMA

Esta imagem panorâmica do planalto do Chajnantor mostra o local do Atacama Large Millimeter/submillimeter Array (ALMA). A fotografia foi tirada próximo do pico do Cerro Chico por Babak Tafreshi, um Embaixador Fotográfico do ESO, que conseguiu capturar a atmosfera solitária do local onde se situa o ALMA, 5000 metros acima do nível do mar, nos Andes chilenos. Luz e sombra pintam a paisagem, emprestando uma aparência extraterrestre ao terreno. No primeiro plano da imagem, o grupo de antenas ALMA aparece-nos como se de uma multidão de estranhos visitantes robóticos se tratasse. Quando o telescópio estiver completo em 2013, contará com um total de 66 antenas na rede, que operarão em conjunto.

O ALMA está já a revolucionar o modo como os astrónomos estudam o Universo nos comprimentos de onda do milímetro e do submilímetro. Mesmo com uma rede parcial de antenas, o ALMA é já mais potente do que qualquer outro telescópio a operar nestes comprimentos de onda, dando ao astrónomos uma capacidade sem precedentes de estudar o Universo frio -  gás molecular e poeira, assim como radiação residual originada no Big Bang. O ALMA estuda os blocos constituintes de estrelas, sistemas planetários, galáxias e da própria vida. Ao fornecer ao astrónomos imagens detalhadas de estrelas e planetas a nascer em nuvens moleculares próximas do Sistema Solar, e ao detectar galáxias distantes a formarem-se nos limites do Universo observável, que vemos como eram há mais ou menos dez mil milhões de anos atrás, o ALMA abre aos astrónomos uma janela única para a compreensão das mais profundas questões ligadas às nossas origens cósmicas.

O ALMA, uma infraestrutura astronómica internacional, é uma parceria entre a Europa, a América do Norte e o Leste Asiático, em cooperação com a República do Chile. A construção e operação do ALMA é coordenada pelo ESO, em prol da Europa, pelo Observatório Nacional de Rádio Astronomia (NRAO), em prol da América do Norte e pelo Observatório Astronómico Nacional do Japão (NAOJ), em prol do Leste Asiático. O Joint ALMA Observatory (JAO) fornece uma liderança e direção unificadas na construção, comissionamento e operação do ALMA.


Links

Créditos:

ESO/B. Tafreshi (twanight.org)

Bookmark and Share

Sobre a imagem

Id:potw1252a
Língua:pt
Tipo:Fotográfico
Data de divulgação:24 de Dezembro de 2012 às 10:00
Tamanho:14076 x 3744 px

Sobre o objeto

Nome:Atacama Large Millimeter/submillimeter Array, Panorama
Tipo:• Unspecified : Technology : Observatory : Telescope
• X - ALMA

Mounted Image

Zoom


Papéis de parede

1024x768
250,7 KB
1280x1024
400,3 KB
1600x1200
585,0 KB
1920x1200
700,3 KB
2048x1536
971,9 KB

Veja também