Escolha a sua língua:
Deutsch Deutsch italiano Nederlands español English Íslenska polski Türkçe
Noticias do Universo para crianças de todo o mundo

Uma ideia brilhante para estudar planetas "obscuros"

27 de Junho de 2012

Os astrónomos usaram uma nova técnica para ver a fraca luz refletida por um planeta que está a orbitar uma estrela distante. Isto é incrível, porque os planetas são muito menos brilhantes que estrelas e geralmente são abafados pela sua luz. (É como tentar ver um brinquedo fluorescente num quarto iluminado). 

Atualmente, já foram encontrados quase 800 exo-planetas (nome que os astrónomos chamam aos planetas que estão fora do nosso sistema Solar). Como refletem uma luz muito fraca e estão muito distantes a grande maioria não foi descoberta diretamente através de um telescópio. Em vez disso, os astrónomos encontraram-nos procurando algumas pistas reveladoras. A perda de brilho da luz da estrela quando o exo-planeta passa à sua frente, ou a sua oscilação devido à atração gravitacional do exo-planeta foram algumas delas. 

Os astrónomos, podem retirar muita informação sobre os exo-planetas que se movem à frente das suas estrelas. Isso ocorre porque a luz das estrelas atravessa a atmosfera dos exo- planetas no seu caminho até à Terra. Através da luz da estrela os astrónomos recebem uma mensagem que lhes dá informação sobre a atmosfera escondida do exo-planeta. No entanto, há um problema: planetas que passam em frente das suas estrelas são raros, pois exige um perfeito alinhamento entre a estrela distante, o exo-planeta e a Terra. 

Mas agora os astrónomos descobriram uma nova técnica inteligente em que é possível “apanhar” a luz fraca de um exo-planeta, sem ser eclipsada pela luz da estrela. E ao contrário da mão-cheia de exo-planetas que foram fotografados antes, os astrónomos podem usar este novo método para estudar a luz de exo-planetas. Isso significa que podem aprender sobre as suas atmosferas e como é o ambiente em muitos destes mundos distantes!

Facto Curioso: Se um alienígena observasse o nosso sistema solar, a Terra seria 10 mil milhões (10,000,000,000) de vezes menos brilhante do que o Sol! 

Esta é a versão para crianças da Nota de Imprensa do ESO eso1227.