eso1728pt — Nota de Imprensa Institucional

Xavier Barcons inicia o seu mandato como Diretor Geral do ESO

1 de Setembro de 2017

A 1 de setembro de 2017, Xavier Barcons iniciou as suas funções como o 8º Diretor Geral do ESO. Barcons começa o seu mandato numa altura muito interessante da história do ESO. A construção do Extremely Large Telescope progride a passos largos, esperando-se a primeira luz para 2024.

Xavier Barcons, o novo Diretor Geral do ESO, tem imensa experiência tanto a nível académico como a nível de organizações internacionais. Nos últimos 10 anos, desempenhou vários cargos no ESO, incluindo o de Presidente do Conselho do ESO durante o período de 2012 a 2014. Contribuiu de forma significativa para vários projetos principais do ESO, como o Atacama Large Millimeter/submillimeter Array (ALMA) e o Extremely Large Telescope (ELT), tendo este último sido aprovado durante o seu mandato como Presidente do Conselho do ESO.

Durante o seu mandato como Diretor Geral, Xavier Barcons planeia continuar a caminhar em direção ao objetivo derradeiro do ESO, preparando o caminho para novas descobertas científicas feitas pelos astrónomos nos Estados Membros do ESO, confiante de que esta organização se encontra preparada para fazer face aos desafios dos avanços tecnológicos e observacionais do futuro.

A astronomia é uma das ciências mais vivas que existem, com os seus objetivos a modificarem-se diariamente,” disse Barcons. “O ESO é uma organização única no mundo astronómico, estando bem equipado para responder a estas mudanças.

Com o ESO a operar, ou apoiar, de modo bem sucedido dezenas de telescópios com diversos instrumentos cada um, o novo Diretor Geral planeia continuar a apoiar La Silla, o Paranal, o APEX e o ALMA, enquanto avança com o ELT.

Quero agradecer a Tim de Zeeuw e a todo o pessoal do ESO por terem ajudado a colocar o ESO na posição muito forte que hoje ocupa como o observatório terrestre mais produtivo do mundo,” disse Xavier Barcons. “Sinto-me honrado por assumir este cargo e tenho consciência que se trata de um passo muito importante na minha vida. Aguardo com expectativa a tomada de responsabilidade como Diretor Geral e a resposta aos desafios que se me apresentarem.

Barcons continua: ”Iremos concentrarmo-nos em construir e entregar o ELT, o qual será o maior telescópio óptico do mundo, e manteremos os observatórios La Silla-Paranal e ALMA operacionais e atuais, os quais são efectivamente os nossos instrumentos de trabalho atuais situados na vanguarda das infraestruturas astronómicas mundiais. Esperamos obter ainda mais observações em múltiplos comprimentos de onda, à medida que continuamos a fazer avançar as fronteiras tecnológicas com os nosso telescópios atuais e futuros aqui no ESO.

O novo Diretor Geral do ESO dá-nos a sua perspectiva sobre o ESO e o seu novo cargo no mais recente ESOcast e escreve sobre a importância do ESO como observatório de comprimentos de onda múltiplos no ESOblog.

Informações adicionais

O ESO é a mais importante organização europeia intergovernamental para a investigação em astronomia e é de longe o observatório astronómico mais produtivo do mundo. O ESO é  financiado por 16 países: Alemanha, Áustria, Bélgica, Brasil, Dinamarca, Espanha, Finlândia, França, Holanda, Itália, Polónia, Portugal, Reino Unido, República Checa, Suécia e Suíça, assim como pelo Chile, o país de acolhimento. O ESO destaca-se por levar a cabo um programa de trabalhos ambicioso, focado na concepção, construção e operação de observatórios astronómicos terrestres de ponta, que possibilitam aos astrónomos importantes descobertas científicas. O ESO também tem um papel importante na promoção e organização de cooperação na investigação astronómica. O ESO mantém em funcionamento três observatórios de ponta no Chile: La Silla, Paranal e Chajnantor. No Paranal, o ESO opera  o Very Large Telescope, o observatório astronómico óptico mais avançado do mundo e dois telescópios de rastreio. O VISTA, o maior telescópio de rastreio do mundo que trabalha no infravermelho e o VLT Survey Telescope, o maior telescópio concebido exclusivamente para mapear os céus no visível. O ESO é um parceiro principal no ALMA, o maior projeto astronómico que existe atualmente. E no Cerro Armazones, próximo do Paranal, o ESO está a construir o European Extremely Large Telescope (E-ELT) de 39 metros, que será “o maior olho do mundo virado para o céu”.

Links

Contactos

Margarida Serote
Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço
Portugal
Telm.: 964951692
Email: eson-portugal@eso.org

Lars Lindberg Christensen
Head of ESO ePOD
Garching bei München, Germany
Tel.: +49 89 3200 6761
Telm.: +49 173 3872 621
Email: lars@eso.org

Connect with ESO on social media

Este texto é a tradução da Nota de Imprensa do ESO eso1728, cortesia do ESON, uma rede de pessoas nos Países Membros do ESO, que servem como pontos de contacto local com os meios de comunicação social, em ligação com os desenvolvimentos do ESO. A representante do nodo português é Margarida Serote.

Sobre a Nota de Imprensa

Nº da Notícia:eso1728pt
Nome:ESO Director General
Tipo:Unspecified : People : Scientist

Imagens

Xavier Barcons inicia o seu mandato como Diretor Geral do ESO
Xavier Barcons inicia o seu mandato como Diretor Geral do ESO

Vídeos

ESOcast 125: P&R com o novo Diretor Geral do ESO Xavier Barcons — Início de mandato no ESO
ESOcast 125: P&R com o novo Diretor Geral do ESO Xavier Barcons — Início de mandato no ESO

Veja também