ann18032-pt-br — Anúncio

O Supernova do ESO oferece experiências educativas inesquecíveis

Extensa programação educativa disponível no novo Planetário e Centro de Visitantes Supernova do ESO

11 de Maio de 2018

O novo Planetário e Centro de Visitantes Supernova do ESO oferece experiências educativas inesquecíveis a estudantes de todas as idades. Oficinas, visitas guiadas e dois novos shows de planetário aproveitam a incrível capacidade do céu noturno para inspirar interesse e fascínio pela ciência junto de público jovem. Todas as atividades educativas encontram-se disponíveis de forma gratuita.

Aberto ao público desde 28 de Abril de 2018, o Planetário e Centro de Visitantes Supernova do ESO oferece uma ampla variedade de shows, oficinas e eventos. O programa educativo do Supernova do ESO foi concebido para se adaptar a estudantes com idades compreendidas entre os 4 e os 18 anos, e inclui uma variedade de oficinas interativas e visitas guiadas, assim como acesso à nossa exposição de astronomia de vanguarda. Além disso, dois shows de planetário narrados por um apresentador — The Skies Above Us (O Céu por Cima de Nós) e A Tour of the Solar System (Uma Visita Guiada pelo Sistema Solar) — juntaram-se recentemente ao programa educativo disponível no Supernova do ESO.

O Céu por Cima de Nós é um show de planetário interativo que foi especialmente concebido para os níveis pré-escolar e início do 1º ciclo do ensino básico (idades: 4 a 7 anos) Este espetáculo ajuda as crianças a perceber o ciclo do dia e da noite da Terra, a desenvolver o sentido de tempo e de espaço e a apreciar o lugar da Terra no Sistema Solar. O espetáculo captura o maravilhamento do céu noturno, conta as histórias das constelações e investiga a relação entre a Terra, a Lua e o Sol, do ponto de vista do espaço, oferecendo à jovem audiência a sua primeira percepção do sistema Terra-Lua-Sol.

Uma Visita Guiada pelo Sistema Solar é um espetáculo mágico que combina a exploração do céu noturno com uma viagem interativa pelo Sistema Solar. Este show foi concebido para alunos do 1º e 2º ciclos de escolaridade (idades: 8 a 11 anos) e dá à audiência uma ideia sobre a localização da sua casa relativamente ao resto da Terra, e a posição da Terra relativamente ao resto do Sistema Solar. Começa por explicar porque é que os telescópios do ESO se situam no inóspito deserto chileno, antes de investigar as formas, histórias e lendas das constelações e levar os espectadores a explorar o resto do Sistema Solar, partindo do planeta Terra. A audiência descobre o que é que torna cada planeta tão único e como é que cada um se compara com a Terra.

Além destes shows de planetário, criamos ainda seis oficinas interativas diferentes, preparadas para alunos de várias idades. Cada oficina está ligada aos currículos escolares e dá aos estudantes uma experiência divertida e interativa da vida como astrônomo. Temos também ao dispôr dos visitantes visitas guiadas por cientistas e engenheiros do ESO, que falam de astronomia e do importante papel do ESO nesta área do conhecimento. A interação com cientistas do ESO dá aos alunos a oportunidade de fazer perguntas e desenvolver uma melhor compreensão das carreiras científicas.

Os estudantes podem também explorar a exposição de 2200 m2, que apresenta muitos conceitos astronômicos fundamentais e cobre uma grande variedade de conteúdos curriculares. Os visitantes podem explorar, tocar e usar artefatos astronômicos reais, assim com realizar experiências para terem uma ideia do que significa ser astrônomo e descobrir os mistérios do Universo.

O Planetário e Centro de Visitantes Supernova do ESO pretende fazer com que a astronomia esteja disponível a todos. Os nossos materiais educativos estarão disponíveis online de forma gratuita e haverá por ano várias sessões para professores em colaboração com parceiros como a Haus der Astronomie. Estas sessões cobrem uma variedade de tópicos e farão a ponte entre os professores e os cientistas e engenheiros.

Pode consultar todo o nosso conteúdo educativo neste link e subscrever o nosso boletim de educação aqui. As primeiras exibições dos espetáculos Uma Visita Guiada pelo Sistema Solar e O Céu por Cima de Nós decorreram a 2 de Maio e os espetáculos são agora exibidos regularmente. Para reservar lugares e saber mais sobre estes espetáculos consulte este link. Os ingressos devem ser reservados com antecedência, podendo depois ser impressos no Supernova do ESO à chegada ao centro.

Mais Informação

O Planetário e Centro de Visitantes Supernova do ESO

O Planetário e Centro de Visitantes Supernova do ESO é um centro de astronomia de vanguarda para o público e uma infraestrutura educativa, situado no mesmo local que a Sede do ESO em Garching bei München. O centro comporta o maior planetário inclinado da Alemanha, Áustria e Suíça, além de uma exposição interativa, partilhando com os seus visitantes o fascinante mundo da astronomia e do ESO, no intuito de inspirar gerações futuras a apreciar e a compreender o Universo que nos rodeia. Todo o conteúdo encontra-se disponível em inglês e alemão e a entrada é gratuita, embora sujeita a marcação prévia. Para mais informações consulte o link: supernova.eso.org

O Planetário e Centro de Visitantes Supernova do ESO surge de uma colaboração entre o Observatório Europeu do Sul (ESO) e o Instituto de Estudos Teóricos de Heidelberg (HITS). O edifício foi doado pela Klaus Tschira Stiftung (KTS), uma fundação alemã e o ESO encarrega-se de gerir e operar a infraestrutura.

O Supernova do ESO é apoiado financeiramente pelas companhias Evans & Sutherland e Energie-Wende-Garching.

KTS

A Klaus Tschira Stiftung (KTS) foi fundada em 1995 pelo físico e co-fundador Klaus Tschira (1940 - 2015) e trata-se de uma das maiores fundações europeias financiadas a título privado sem fins lucrativos. A Fundação promove o avanço das ciências naturais, matemática e ciência de computadores, pretendendo aumentar o gosto por estas áreas. O empenhamento da Fundação começa no jardim de infância e estende-se pelas escolas, universidades e centros de investigação. A Fundação apadrinha novos métodos de transferência de conhecimento científico e apoia tanto o desenvolvimento como a apresentação cuidada de descobertas científicas.

HITS

O Instituto Heidelberg de Estudos Teóricos (HITS gGmbH) foi estabelecido em 2010 pelo físico e  co-fundador Klaus Tschira (1940 - 2015) e a sua fundação, a Klaus Tschira Stiftung, como uma instituição privada sem fins lucrativos. O HITS leva a cabo investigação de base no âmbito das ciências naturais, matemática e ciência de computação, com especial enfoque no processamento, estruturação e análise de grandes quantidades de dados. As áreas de pesquisa vão desde a biologia molecular à astrofísica. Os accionistas do HITS juntam-se na HITS Siftung, uma subsidiária da Fundação Klaus Tschira, da Universidade de Heidelberg e do Instituto de Tecnologia Karlsruhe (KIT). O HITS coopera igualmente com outras universidades e institutos de pesquisa e com parceiros industriais. O financiamento base do HITS vem da HITS Stiftung com fundos recebidos da Fundação Klaus Tschira. As principais agências de financiamento externo são o Ministério Federal de Educação e Investigação (BMBF), a Fundação Alemã de Pesquisa  (DFG) e a União Europeia.

ESO

O ESO é a mais importante organização europeia intergovernamental para a investigação em astronomia e é de longe o observatório astronômico mais produtivo do mundo. O ESO tem 15 Estados Membros: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Espanha, Finlândia, França, Holanda, Itália, Polônia, Portugal, Reino Unido, República Checa, Suécia e Suíça, para além do país de acolhimento, o Chile, e a Austrália, um parceiro estratégico. O ESO destaca-se por levar a cabo um programa de trabalhos ambicioso, focado na concepção, construção e operação de observatórios astronômicos terrestres de ponta, que possibilitam aos astrônomos importantes descobertas científicas. O ESO também tem um papel importante na promoção e organização de cooperação na investigação astronômica. O ESO mantém em funcionamento três observatórios de ponta no Chile: La Silla, Paranal e Chajnantor. No Paranal, o ESO opera  o Very Large Telescope e o Interferómetro do Very Large Telescope, o observatório astronômico óptico mais avançado do mundo, para além de dois telescópios de rastreio: o VISTA, que trabalha no infravermelho, e o VLT Survey Telescope, concebido exclusivamente para mapear os céus no visível. O ESO é também um parceiro principal em duas infraestruturas situadas no Chajnantor, o APEX e o ALMA, o maior projeto astronômico que existe atualmente. E no Cerro Armazones, próximo do Paranal, o ESO está a construir o Extremely Large Telescope (ELT) de 39 metros, que será “o maior olho do mundo virado para o céu”.

Links

Contatos

Tania Johnston
ESO Supernova Coordinator
Garching bei München, Alemanha
Tel: +49 89 320 061 30
Email: tjohnsto@eso.org

Wolfgang Vieser
ESO Education Coordinator
Garching bei München, Alemanha
Tel: +49 89 3200 6183
Email: education@eso.org

Sobre o anúncio

Id:ann18032

Imagens

Visita guiada ao Supernova
Visita guiada ao Supernova
Jovens cientistas na exposição do Supernova do ESO
Jovens cientistas na exposição do Supernova do ESO
Sessão de professores
Sessão de professores
Poster do show de planetário "O Céu por Cima de Nós"
Poster do show de planetário "O Céu por Cima de Nós"
Poster do show de planetário "Visita Guiada pelo Sistema Solar"
Poster do show de planetário "Visita Guiada pelo Sistema Solar"