Anúncio

ESO assina acordo para o MAVIS, um instrumento australiano-europeu

1 de Junho de 2021

O ESO assinou hoje um acordo com um consórcio internacional para construir e operar o MAVIS, um instrumento único que será instalado no Very Large Telescope (VLT) do ESO e que fornecerá imagens até três vezes mais nítidas do que as obtidas pelo Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA. O MAVIS irá investigar uma série de questões, desde a formação das primeiras estrelas há 13 bilhões de anos, até à variação de clima em planetas e satélites do nosso Sistema Solar.

O MAVIS será um instrumento poderoso que atenderá a um grande número de projetos científicos importantes”, explica François Rigaut, professor da Australian National University, que lidera o consórcio do MAVIS. “Estes projetos incluem observações do nosso próprio Sistema Solar e de planetas em torno de outras estrelas, assim como a física da formação estelar, desde a Via Láctea até aos primeiros aglomerados estelares do Universo”.

O MAVIS (Multi-conjugate-adaptive-optics-Assisted Visible Imager and Spectrograph) irá produzir imagens mais nítidas do que as obtidas pelos telescópios espaciais atualmente em operação, ao remover a distorção causada pela turbulência atmosférica da Terra. Para este efeito, o instrumento tirará total partido da sofisticada Infraestrutura de Óptica Adaptativa do VLT, composta por poderosas estrelas guia laser e um espelho adaptativo que se pode deformar centenas de vezes por segundo para corrigir a distorção atmosférica. O MAVIS incluirá também dois espelhos adaptativos próprios e outros sistemas para corrigir melhor estas distorções. A capacidade de fornecer imagens corrigidas no domínio dos comprimentos de onda do visível para um amplo campo de visão é o que faz do MAVIS um instrumento muito particular e que será capaz de observar objetos distantes e muito tênues.

O consórcio MAVIS é liderado pelo Australian Astronomical Optics (AAO), sendo o Instituto Nacional de Astrofísica italiano (INAF) um parceiro principal; o Laboratoire d’Astrophysique (LAM), França, e o ESO fazem parte do consórcio. O MAVIS está sendo desenvolvido por dois institutos australianos do consórcio AAO — a Australian National University e a Macquarie University — representando um marco significativo para o relacionamento crescente do ESO com a Austrália.

Em 2017, o ESO e a Austrália assinaram um acordo para uma parceria estratégica de 10 anos, parceria esta que a comunidade astronômica australiana abraçou com entusiasmo. “O MAVIS resulta de uma colaboração fantástica e mostra bem o potencial que existe, para ambas as partes, da Austrália se tornar um membro do ESO”, disse Richard McDermid, cientista de projeto do MAVIS e Professor Associado na Macquarie University. “Este projeto demonstrará que a Austrália pode não só participar perfeitamente na vida científica do observatório, mas que também pode ser um membro fundamental para ajudar o ESO a manter a sua liderança no fornecimento de instrumentos únicos e competitivos”. Em troca da construção do MAVIS, o consórcio terá tempo de observação garantido com o instrumento, assim como uma contribuição financeira do ESO para o hardware.

Os próximos anos serão uma época muito emocionante para a astronomia. “A partir do espaço, com telescópios como o James Webb Space Telescope, e do solo, com infraestruturas como o Extremely Large Telescope do ESO, os astrônomos explorarão o Universo mais profundamente do que o que era possível até agora”, diz Robin Arsenault, gestor do MAVIS no ESO. “Obtendo dados no espectro visível, o MAVIS será um instrumento único e complementará essas grandes instalações futuras, que são direcionadas ao infravermelho próximo”.

O MAVIS será instalado no Telescópio Principal 4 do VLT (Yepun) no Observatório do Paranal do ESO, no norte do Chile e deverá começar a operar em 2027.

Links

Contatos

François Rigaut
Australian National University
Canberra, Austrália
Tel: +61-02-6125-0210
Email: francois.rigaut@anu.edu.au

Robin Arsenault
ESO’s Adaptive Optics Facility Project Manager
Garching bei München, Alemanha
Tel: +49 89 3200 6524
Email: rarsenau@eso.org

Bárbara Ferreira
ESO Media Manager
Garching bei München, Alemanha
Telm: +49 151 241 664 00
Email: press@eso.org

Sobre o anúncio

Id:ann21007

Imagens

Renderização do instrumento MAVIS
Renderização do instrumento MAVIS
Quatro lasers sobre o Paranal
Quatro lasers sobre o Paranal