Comparação de imagens da Nebulosa da Tarântula com e sem óptica adaptativa

The Tarantula Nebula region imaged with HAWK-I with the Adaptive Optics Facility
The Tarantula Nebula region imaged with HAWK-I without adaptive optics
Arraste a barra verde para revelar as imagens

Esta imagem da região de formação estelar 30 Doradus, também conhecida por Nebulosa da Tarântula, foi criada a partir de mosaicos de imagens obtidas com o instrumento HAWK-I trabalhando com (à esquerda) e sem (à direita) a Infraestrutura de Óptica Adaptativa do Very Large Telescope do ESO, no Chile. As estrelas apresentam-se significativamente mais nítidas com a óptica adaptativa do que sem ela e podem também ser observadas estrelas mais fracas.

Crédito

ESO

Sobre a comparação de imagens

Id:ann18006a
Data de divulgação:30 de Janeiro de 2018 às 11:00

Imagens

A região da Nebulosa da Tarântula obtida com o HAWK-I e a Infraestrutura de Óptica Adaptativa
A região da Nebulosa da Tarântula obtida com o HAWK-I e a Infraestrutura de Óptica Adaptativa
A região da Nebulosa da Tarântula obtida com o HAWK-I sem óptica adaptativa
A região da Nebulosa da Tarântula obtida com o HAWK-I sem óptica adaptativa