O enxame estelar Westerlund 1 e as posições da estrela magnética e da sua provável companheira anterior

Esta imagem do enxame estelar jovem Westerlund 1 foi obtida com o instrumento Wide Field Imager montado no telescópio MPG/ESO de 2,2 metros, no Observatório de La Silla do ESO, no Chile. Apesar da maioria das estrelas do enxame serem supergigantes azuis quentes, na imagem aparecem avermelhadas porque estamos a observá-las através de poeira e gás interestelar. Astrónomos europeus demonstraram, pela primeira vez, que esta estrela magnética - um tipo invulgar de estrela de neutrões com um campo magnético extremamente poderoso - se formou, muito provavelmente, num sistema estelar binário. A descoberta da anterior companheira (Westerlund 1-5) da estrela magnética num local diferente do enxame, ajuda a resolver o mistério de como é que uma estrela que começou por possuir uma massa tão elevada pôde dar origem a uma estrela magnética, em vez de colapsar sob a forma de um buraco negro.

Crédito:

ESO

Sobre a imagem

Id:eso1415b
Idioma:pt-br
Tipo:Montagem
Data de divulgação:14 de Maio de 2014 às 12:00
Notícias relacionadas:eso1415
Tamanho:1261 x 1261 px

Sobre o objeto

Nome:Westerlund 1
Tipo:Milky Way : Star : Grouping : Cluster
Distância:15000 anos-luz
Constellation:Ara

Formatos de imagens

JPEG grande
422,3 KB

Coordenadas

Position (RA):16 47 4.02
Position (Dec):-45° 51' 4.96"
Field of view:4.99 x 4.99 arcminutes
Orientação:O norte está a 0.1° à direita da vertical

Cores e filtros

BandaComprimento de ondaTelescópio
Óptico
B
451 nmMPG/ESO 2.2-metre telescope
WFI
Óptico
V
539 nmMPG/ESO 2.2-metre telescope
WFI
Óptico
R
651 nmMPG/ESO 2.2-metre telescope
WFI

 

Veja também