Jatos gigantes

No interior desta nuvem resplandescente da região HII LHA 120-N 180B, o MUSE descobriu um jato sendo lançado por uma estrela jovem — um jovem objeto estelar massivo. Trata-se da primeira vez que um tal jato é observado no visível fora da Via Láctea, uma vez que normalmente estes objetos encontram-se obscurecidos pela poeira que os rodeia, o que significa que apenas podem ser detectados nos comprimentos de onda do infravermelho ou do rádio por telescópios como o ALMA. No entanto, o meio relativamente livre de poeira da Grande Nuvem de Magalhães permite-nos observar este jato (chamado  Herbig–Haro 1177 ou HH 1177) nos comprimentos de onda do visível. Com uma dimensão de quase 33 anos-luz, trata-se de um dos jatos deste tipo mais compridos já observados.

As regiões azul e vermelha da imagem mostram o jato, que foi detectado como picos de emissão, desviados para o azul e para o vermelho, da linha de Hα.

Crédito:

ESO, A McLeod et al.

Sobre a imagem

Id:eso1903b
Idioma:pt-br
Tipo:Observação
Data de divulgação:6 de Fevereiro de 2019 às 17:00
Notícias relacionadas:eso1903
Tamanho:1020 x 2000 px

Sobre o objeto

Nome:LHA 120-N 180B
Tipo:Local Universe : Nebula : Type : Star Formation
Constellation:Mensa

Formatos de imagens

JPEG grande
316,0 KB

Zoom


Papéis de parede

1024x768
132,2 KB
1280x1024
201,0 KB
1600x1200
269,0 KB
1920x1200
294,4 KB
2048x1536
391,8 KB

Coordenadas

Position (RA):5 48 55.55
Position (Dec):-70° 5' 20.38"
Field of view:1.00 x 1.95 arcminutes
Orientação:O norte está a -0.0° à esquerda da vertical

Cores e filtros

BandaComprimento de ondaTelescópio
Óptico
Blue-shifted H-alpha
656 nmVery Large Telescope
MUSE
Óptico
OIII
500 nmVery Large Telescope
MUSE
Óptico
SII
673 nmVery Large Telescope
MUSE
Óptico
SII
673 nmVery Large Telescope
MUSE
Óptico
Red-shifted H-alpha
656 nmVery Large Telescope
MUSE

 

Veja também