Um retrato de família

Esta imagem fulldome do Very Large Telescope (VLT), no Observatório do Paranal do ESO, mostra quase todos os constituintes deste telescópio num único retrato de família!

O VLT do ESO é composto por quatro enormes Telescópios Principais de 8,2 metros, que podemos ver na imagem facilmente reconhecíveis pela sua aparência em forma de caixa, e quatro Telescópios Auxiliares de 1,8 metros, três dos quais podemos ver na imagem com as cúpulas redondas abertas. Além das suas designações padrão, cada um dos quatro telescópios gigantes tem o seu próprio nome na língua indígena local, o mapuche: Antu (Sol), Kueyen (Lua), Melipal (Cruzeiro do Sul) e Yepun (Vênus).

O raio laser amarelo que corta o céu noturno lançado por um dos telescópios, cria uma estrela artificial no cimo da atmosfera, a chamada Estrela Guia Laser. Esta “estrela” faz parte do sistema de óptica adaptativa do telescópio, o qual permite aos astrônomos compensar os efeitos da turbulência atmosférica e obter imagens muito mais nítidas.

Esta imagem foi criada pelo Embaixador Fotográfico do ESO Petr Horálek e trata-se na realidade de um mosaico composto por diferentes imagens que formam este panorama de alta resolução.

Links

Crédito:

Sobre a imagem

Id:pao-horalek-lasera-eq
Idioma:pt-br
Tipo:Fotográfico
Data de divulgação:4 de Setembro de 2017 às 13:39
Tamanho:23416 x 6683 px
Field of View:360° x 102.7°

Sobre o objeto

Nome:Panorama, Very Large Telescope
Tipo:Unspecified : Technology : Observatory

Formatos de imagens

JPEG grande
46,7 MB

Zoom


Papéis de parede

1024x768
358,8 KB
1280x1024
585,8 KB
1600x1200
729,9 KB
1920x1200
871,5 KB
2048x1536
1,0 MB

 

Veja também