Cada vez maiores

Um pequeno grupo de pessoas junta-se ao pé dos telescópios para ver cair a noite no Observatório do Paranal do ESO, no Chile. Para a maioria das pessoas o pôr do Sol marca o fim do dia de trabalho - a altura de descansar. No entanto, aqui não; de noite é quando o trabalho principal é executado, com um céu noturno límpido como mesa de trabalho.

O grupo de pessoas parece pequeno quando comparado com os telescópios à esquerda. Estas cúpulas acolhem  os quatro Telescópios Auxiliares de 1,8 metros de diâmetro que fazem parte do Very Large Telescope (VLT). Mas o verdadeiro gigante da imagem encontra-se ainda mais à esquerda; se os Telescópios Auxiliares fazem com que as pessoas pareçam minúsculas, o Telescópio Principal do VLT que aparece na imagem faz com que pareçam formigas. O VLT conta com quatro destes telescópios de 8,2 metros, telescópios estes que se encontram entre os maiores do planeta.

No entanto, se pensa que estes telescópios são grandes, espere pelo European Extremely Large Telescope (E-ELT), que deve entrar em funcionamento no início dos anos 2020. O seu espelho terá o incrível diâmetro de 39 metros! Olhando para o futuro, o ESO continuará a dar ao mundo olhos virados para o céu cada vez maiores e melhores.

Crédito:

ESO/C. Malin

Sobre a imagem

Id:potw1420a
Idioma:pt-br
Tipo:Fotográfico
Data de divulgação:19 de Maio de 2014 às 10:00
Tamanho:4256 x 2832 px

Sobre o objeto

Nome:Cerro Paranal, Very Large Telescope
Tipo:Unspecified : Technology : Observatory : Facility

Formatos de imagens

JPEG grande
1,7 MB

Zoom


Papéis de parede

1024x768
228,6 KB
1280x1024
344,2 KB
1600x1200
475,9 KB
1920x1200
538,4 KB
2048x1536
701,5 KB

 

Veja também