A madrugada de La Silla “beija” a Via Láctea

Esta fotografia foi tirada um pouco antes do nascer do Sol no Observatório de La Silla, na periferia do deserto chileno do Atacama. Uma faixa alaranjada cobre o horizonte anunciando a chegada iminente do Sol. Estes primeiros indícios do dia são “beijados” pela Via Láctea, que se estende ao longo de todo o céu noturno. Esta vista da nossa casa galática encontra-se coberta de manchas escuras, formadas por partículas de poeira que bloqueiam a luz por detrás delas.

Em frente a esta paisagem cósmica podemos ver os telescópios do observatório. O mais próximo é o Swedish-ESO Submillimeter Telescope (SEST), cuja antena parabólica tem 15 metros de diâmetro. Este telescópio foi desativado em 2003 e substituído pelo Atacama Pathfinder EXperiment (APEX) e pelo Atacama Large Millimeter/submillimeter Array (ALMA). No planalto mais atrás encontra-se o telescópio de 3,6 metros do ESO, com o Coudé Auxiliary Telescope (CAT) logo por trás.

O SEST parece apontar para um objeto extremamente brilhante: trata-se de Vênus, um dos nossos planetas vizinhos. Vênus é iluminado pelo Sol e brilha mais que todas as estrelas do céu noturno. O brilho branco triangular que sobe ao céu, desde o horizonte e passando por Vênus, é a luz zodiacal, a luz do Sol dispersada pela poeira existente na eclíptica — o plano da órbita da Terra em torno do Sol.

Crédito:

ESO/B. Tafreshi (twanight.org)

Sobre a imagem

Id:potw1611a
Idioma:pt-br
Tipo:Fotográfico
Data de divulgação:14 de Março de 2016 às 06:00
Tamanho:5784 x 6629 px

Sobre o objeto

Nome:Swedish–ESO Submillimetre Telescope
Tipo:Solar System : Sky Phenomenon : Night Sky : Milky Way
Unspecified : Technology : Observatory : Telescope

Formatos de imagens

JPEG grande
9,8 MB

Zoom


Papéis de parede

1024x768
314,3 KB
1280x1024
522,7 KB
1600x1200
775,4 KB
1920x1200
938,9 KB
2048x1536
1,2 MB

 

Veja também