A coroa de Júpiter

As estrelas encontram-se rodeadas por uma coroa — uma aura difusa de plasma que as circunda no céu. No caso do Sol, esta coroa consegue observar-se de forma perfeita durante um eclipse solar, altura em que a Lua passa em frente ao Sol cobrindo a sua face. A coroa solar aparece-nos nessas alturas como um anel brilhante a rodear o Sol eclipsado. Uma imagem da coroa do Sol observada durante o eclipse de 1999 pode ser vista a partir deste link.

Existe também o efeito óptico de coroa, causado pela difração da luz emitida por um objeto brilhante — tal como o Sol, a Lua, outras estrelas e planetas brilhantes  — por gotas de água ou cristais de gelo existentes na atmosfera terrestre. É este fenómemo que podemos ver nesta imagem invulgar, onde uma coroa rara do planeta Júpiter pode ser vista no céu sobre o deserto do Atacama, no Chile. As cores vermelhas e verdes no céu são devidas à luminescência atmosférica, outro fenómeno óptico relacionado com a luz. A luminescência atmosférica é explicada com todo o detalhe neste episódio do ESOcast.

Esta imagem foi obtida por Petr Horálek a cerca de 100 quilómetros a sul do planalto do Chajnantor, local onde está instalado o Atacama Large Millimetre/submillimetre Array (ALMA).

Crédito:

ESO/P. Horálek

Sobre a imagem

Id:potw2006a
Idioma:pt-br
Tipo:Fotográfico
Data de divulgação:10 de Fevereiro de 2020 às 06:00
Tamanho:4393 x 6590 px

Sobre o objeto

Nome:Jupiter
Tipo:Solar System : Planet
Unspecified : Sky Phenomenon : Night Sky

Formatos de imagens

JPEG grande
8,1 MB

Zoom


Papéis de parede

1024x768
189,7 KB
1280x1024
323,0 KB
1600x1200
485,6 KB
1920x1200
597,9 KB
2048x1536
845,9 KB

 

Veja também