Uma nova era de descobertas

Esta bela imagem mostra o denso coração da Via Láctea que se estende acima de um dos Telescópios Auxiliares do Very Large Telescope (VLT) do ESO. Este céu tão escuro e repleto de estrelas é típico do local onde se encontra instalado o VLT, o deserto chileno do Atacama, que oferece vistas espetaculares como esta noite após noite para todos os astrônomos, visitantes e funcionários do local.

O VLT é composto por quatro grandes Telescópios Principais e quatro Telescópios Auxiliares menores e móveis (um dos quais é mostrado aqui). Estes oito telescópios observam o cosmos tanto individualmente como em equipe, a partir de várias posições e orientações, permitindo aos astrônomos estudar todos os tipos de objetos e fenômenos cósmicos com mais detalhe do que o que era possível anteriormente. 

Este conjunto de telescópios deu origem a uma nova era de descobertas, com várias descobertas científicas pioneiras notáveis — incluindo a primeira imagem de um planeta em órbita de outra estrela (um planeta extrassolar ou exoplaneta) e o rastreamento de estrelas individuais movendo-se ao redor do buraco negro supermassivo no centro de Via Láctea (um objeto chamado Sagittarius A*).

Crédito:

Y. Beletsky/ESO

Sobre a imagem

Id:potw2010a
Idioma:pt-br
Tipo:Fotográfico
Data de divulgação:9 de Março de 2020 às 06:00
Tamanho:9426 x 5302 px

Sobre o objeto

Nome:Auxiliary Telescopes, Milky Way, Very Large Telescope
Tipo:Unspecified : Sky Phenomenon : Night Sky : Milky Way
Unspecified : Technology : Observatory : Telescope

Formatos de imagens

JPEG grande
12,3 MB

Zoom


Papéis de parede

1024x768
306,7 KB
1280x1024
527,7 KB
1600x1200
779,4 KB
1920x1200
927,4 KB
2048x1536
1,3 MB

 

Veja também