Céu vermelho à noite

As nuvens podem não ser as melhores amigas dos astrônomos, mas costumam ser uma visão bem-vinda para os fotógrafos nos raros momentos em que adornam os céus do deserto! Esta cena incomum mostra o céu flamejante que cobre o Observatório do Paranal do ESO no árido deserto chileno do Atacama, no Chile, lar o Very Large Telescope (VLT). O VLT é composto por quatro Telescópios Principais, maiores e mais quadrados, e quatro Telescópios Auxiliares, menores e redondos, três dos quais podem ser vistos aqui à direita na imagem com as cúpulas fechadas.

As nuvens não são o único fenômeno atmosférico que vemos nesta imagem. À esquerda, podemos ver também um traço brilhante de luz que aponta para o céu, criando uma coluna iluminada. Trata-se de um pilar solar, causado por minúsculas partículas de gelo existentes na atmosfera, que refletem a luz ambiente. Estas colunas aparecem geralmente logo acima ou abaixo de uma fonte de luz brilhante, neste caso o pôr do Sol, apontando na direção do céu noturno.

Crédito:

Sobre a imagem

Id:potw2032a
Idioma:pt-br
Tipo:Fotográfico
Data de divulgação:10 de Agosto de 2020 às 06:00
Tamanho:5472 x 3648 px

Sobre o objeto

Nome:Very Large Telescope
Tipo:Unspecified : Technology : Observatory

Formatos de imagens

JPEG grande
2,9 MB

Zoom


Papéis de parede

1024x768
200,3 KB
1280x1024
292,8 KB
1600x1200
402,5 KB
1920x1200
488,4 KB
2048x1536
607,2 KB

 

Veja também