Um brilho do outro mundo

As antenas que compõem o Atacama Large Millimeter/submillimeter Array (ALMA), do qual o ESO é um parceiro, parecem emitir uma estranha luz verde nesta Fotografia da Semana. Situado no cume do isolado planalto do Chajnantor no deserto chileno do Atacama, o ALMA parece ser um lugar perfeito para que simpáticos extraterrestres venham discretamente pousar e nos contactar… no entanto, algo muito mais banal é responsável por este brilho verde do outro mundo. A luz emana de indicadores luminosos que avisam o pessoal que trabalha no ALMA se é ou não seguro aproximarem-se das antenas. A luz verde que vemos aqui indica que é seguro se aproximarem.

No entanto, há um mundo alienígena visível sobre as antenas. No canto superior esquerdo da imagem, no límpido céu chileno, podemos ver duas estrelas brilhantes próximas uma da outra no interior da faixa da Via Láctea. Estas estrelas, muitas vezes chamadas "Guardiões do Cruzeiro", "apontam" na direção do Cruzeiro do Sul, logo à direita. A estrela mais próxima do Cruzeiro do Sul é Beta Centauri, situada a cerca de 400 anos-luz de distância, e a estrela mais distante é Alfa Centauri, o sistema estelar mais próximo do Sol, situado a apenas 4,37 anos-luz. Este sistema contém a estrela anã vermelha Proxima Centauri; em 2016, com o auxílio de telescópios do ESO, os astrônomos descobriram evidências da existência de um planeta do tamanho da Terra em órbita de Proxima Centauri na sua zona habitável.

Crédito:

Y. Beletsky (LCO)/ESO

Sobre a imagem

Id:potw2050a
Idioma:pt-br
Tipo:Fotográfico
Data de divulgação:14 de Dezembro de 2020 às 06:00
Tamanho:7360 x 4912 px

Sobre o objeto

Nome:Atacama Large Millimeter/submillimeter Array, Milky Way
Tipo:Unspecified : Technology : Observatory : Telescope
Unspecified : Sky Phenomenon : Night Sky : Milky Way

Formatos de imagens

JPEG grande
16,8 MB

Zoom


Papéis de parede

1024x768
304,9 KB
1280x1024
511,1 KB
1600x1200
746,3 KB
1920x1200
896,8 KB
2048x1536
1,2 MB