Um gigante visto de cima

O Very Large Telescope (VLT) do ESO é um dos observatórios ópticos e infravermelhos mais avançados do mundo. Este fantástico "detetive" astronômico é composto por quatro Telescópios Principais individuais — as enormes cúpulas cilíndricas visíveis na imagem — cada um com um espelho primário de 8,2 metros de diâmetro, e quatro Telescópios Auxiliares amovíveis de 1,8 metro de diâmetro — comparativamente, os pequenos domos redondos brancos vistos à esquerda dos Telescópios Principais.

O VLT tem contribuído para muitas observações e descobertas pioneiras, incluindo a obtenção da primeira imagem de um planeta extrassolar e a observação da contraparte visível de uma fonte de ondas gravitacionais. Nesta fotografia vemos os telescópios em repouso com as cúpulas fechadas, no Observatório do Paranal do ESO no Chile, mas quando chegar a noite, os telescópios acordarão para observar uma vez mais o Universo e fazer mais descobertas fantásticas.

Crédito:

Sobre a imagem

Id:potw2101a
Idioma:pt-br
Tipo:Fotográfico
Data de divulgação:4 de Janeiro de 2021 às 06:00
Tamanho:3992 x 2992 px

Sobre o objeto

Nome:VLT Survey Telescope, VLT Unit Telescopes
Tipo:Solar System : Technology : Observatory : Telescope

Formatos de imagens

JPEG grande
5,2 MB

Zoom


Papéis de parede

1024x768
407,7 KB
1280x1024
658,6 KB
1600x1200
956,9 KB
1920x1200
1,1 MB
2048x1536
1,5 MB