Criando uma estrela

Um feixe de laser disparado do Yepun, o Telescópio Principal 4 do observatório mais emblemático da Europa , o Very Large Telescope (VLT) do ESO. Este feixe é utilizado para criar uma estrela artificial sobre o Paranal para auxiliar os instrumentos de óptica adaptativa no VLT. A ótica adaptativa é uma técnica que permite aos astrônomos superar o efeito de borrão da atmosfera obtendo-se imagens tão definidas quanto seria possível se o telescópio estivesse no espaço acima da atmosfera terrestre.
A ótica adaptativa no entanto demanda uma estrela de referência nas proximidades que deve ser relativamente brilhante, limitando dessa forma a área do céu que pode ser pesquisada. Para superar esta dificuldade, os astrônomos no Paranal utilizam um laser poderoso que cria uma estrela artificial onde e quando eles precisam (veja eso0607 e eso0727).
O lançamento de um laser de tal potência a partir de um telescópio é uma tecnologia de ponta, cuja configuração e operação são continuamente desafiadores. Como se observa a partir da imagem porém trata-se de uma tecnologia agora bem dominada no Paranal. A imagem foi tirada de dentro da cúpula do telescópio e revela bem como o laser está localizado na parte superior do espelho secundário do telescópio de 1,2 m.

Crédito:

Sobre a imagem

Id:yblaser-potw
Idioma:pt-br
Tipo:Fotográfico
Data de divulgação:3 de Dezembro de 2009 às 23:19
Tamanho:2000 x 3000 px

Sobre o objeto

Nome:Very Large Telescope
Tipo:Unspecified : Technology : Observatory : Telescope

Mounted Image

Formatos de imagens

JPEG grande
1,3 MB

Papéis de parede

1024x768
271,7 KB
1280x1024
407,6 KB
1600x1200
551,0 KB
1920x1200
633,3 KB
2048x1536
753,3 KB