eso1912pt-br — Nota de imprensa institucional

O 50º aniversário de La Silla culmina com um eclipse total do Sol

Visitantes participam em programa de divulgação no primeiro observatório do ESO

3 de Julho de 2019

No dia 2 de julho, o percurso da totalidade de um eclipse do Sol passou pelo Observatório de La Silla do ESO. Este evento astronômico raro ocorreu no 50º ano de operação do primeiro observatório do ESO. Inaugurado em 1969, o Observatório de La Silla colocou a Europa na vanguarda da pesquisa astronômica, continuando ainda hoje a produzir ciência de excelente qualidade. Mil visitantes, incluindo o Presidente da República do Chile, viajaram até ao observatório remoto para assistirem a esta conjunção única.

Às 16:40 (hora local do Chile, o que corresponde às 17:40 em Brasília), a Lua cobriu a face do Sol, num eclipse total visível numa faixa com 150 km de largura no norte do Chile, incluindo o Observatório de La Silla do ESO, que celebra este ano meio século de pesquisa astronômica.

O ESO, em colaboração com o governo do Chile, organizou uma campanha de divulgação, dando ao público a oportunidade de assistir a este fenômeno raro [1] no próprio Observatório de La Silla. Mil visitantes tiveram acesso ao local, incluindo mais de 30 estudantes do ensino médio e 30 idosos de La Serena, La Higuera e Coquimbo, os municípios vizinhos do Observatório.

Outro grupo de estudantes chegou a La Silla vindo de todas as partes do Chile. Os jovens foram selecionados através de um concurso organizado em colaboração com o Ministério da Educação do Chile. Os estudantes tinham que escrever uma carta onde explicavam o seu interesse em ciência, mais particularmente em astronomia. Os vencedores, acompanhados por um dos pais, ganharam uma viagem paga a La Silla no dia do eclipse.

Foram igualmente convidados membros dos meios de comunicação social locais e internacionais e cerca de 60 representantes deste grupo deslocaram-se a La Silla. Além disso, o ESO transmitiu o eclipse online.

Foram também selecionados 8 usuários das redes sociais entre 300 candidatos dos países membros da rede ESON, que participaram assim na segunda edição do #MeetESO, um encontro de redes sociais que leva os vencedores a todos os observatórios do ESO. Todos eles compartilharam a sua experiência no Twitter e Instagram, assim como nos seus próprios canais. Uma competição pública dedicada ao 50º aniversário do Observatório de La Silla, #LaSilla50Years, levou também ao Chile uma pessoa de um dos Estados Membros do ESO, numa visita totalmente paga a todos os observatórios do ESO.

“Viajaram até ao Chile pessoas vindas de todos os lados do mundo, com a esperança de usufruirem de uma visão incomparável da coroa solar quando a Lua passasse entre a Terra e o Sol, transformando o dia em noite durante quase 2 minutos,” explica Claudio Melo, o Representante do ESO no Chile. “Estes visitantes foram recompensados com um céu chileno muito límpido e uma vista perfeita do eclipse do Sol.”

Juntando-se aos muitos visitantes em La Silla esteve também o presidente da República do Chile, Sebastián Piñera, que foi recebido pelo Diretor Geral do ESO, Xavier Barcons.

“Estamos muito felizes que o presidente tenha escolhido se juntar a nós em La Silla neste dia tão especial,” disse Xavier Barcons. “O eclipse ocorreu no 50º aniversário de La Silla, uma ocasião para celebrar a forte e produtiva parceria entre o Chile e o ESO. La Silla desempenhou um papel extremamente importante no desenvolvimento da astronomia na Europa e no Chile e os astrônomos chilenos usam rotineiramente os telescópios em La Silla para sua pesquisa científica.”

La Silla tem sido uma fortaleza do ESO desde os anos 60. Aqui, o ESO opera dois dos mais produtivos telescópios de 4 metros do mundo.

O New Technology Telescope de 3,58 metros (NTT) foi pioneiro no que diz respeito ao design e engenharia de telescópios e foi o primeiro no mundo a ter um espelho principal controlado por computador (óptica ativa), uma tecnologia desenvolvida no ESO e agora aplicada à maioria dos grandes telescópios de todo o mundo.

O telescópio de 3,6 metros do ESO agora abriga o principal caçador de exoplanetas do mundo, o HARPS (High Accuracy Radial velocity Planet Searcher), um espectrógrafo de precisão incomparável.

O Presidente do Chile aproveitou a ocasião para visitar o Observatório de La Silla. “Somos poeira de estrelas,” exclamou o Presidente durante o evento. “Hoje o Chile é a capital mundial da astronomia e por isso mesmo estar em La Silla neste momento é muito especial.”

O pessoal regular do Observatório esteve também no local, tirando partido das infraestruturas de observação existentes de maneiras novas. Durante o eclipse foram levados a cabo sete projetos com objetivos tanto científicos como de divulgação, utilizando-se alguns dos telescópios já existentes em La Silla, tal como o NTT, ExTrA, TAROT e REM, e também instalações temporárias. Estes projetos seguem uma longa tradição de usar eclipses para observações científicas, tal como aconteceu com a famosa confirmação da Relatividade Geral que ocorreu há 100 anos durante um eclipse total do Sol.

O eclipse parcial começou às 15:23:50 (hora local do Chile), com a totalidade durando 1 minuto e 52 segundos no topo de La Silla, entre as 16:39:23 e as 16:41:15. O eclipse parcial terminou às 17:47:16, pouco antes do pôr do Sol.

Uma vez que o eclipse propriamente dito ocorreu ao final da tarde, durante todo o resto do dia os visitantes puderam participar numa enorme variedade de atividades, desde visitas aos telescópios de La Silla até várias palestras, um concerto e workshops. Os astrônomos e guias do ESO estavam disponíveis para interagir com os visitantes durante todo o dia.

“Ver um eclipse total do Sol é uma experiência extraordinária que fica com você para sempre. Os vários convidados que estiveram hoje presentes em La Silla guardarão certamente para sempre memórias agradáveis do evento. Este foi um momento único na história deste observatório único,” concluiu Xavier Barcons.

O último eclipse total do Sol visível de La Silla ocorreu no final do século XVI e o próximo terá lugar no ano 2231.

Notas

[1] Os eclipses totais do Sol ocorrem, em média, um vez a cada 360 anos em determinada região do globo.

Mais Informações

O ESO é a mais importante organização europeia intergovernamental para a pesquisa em astronomia e é de longe o observatório astronômico mais produtivo do mundo. O ESO tem 16 Estados Membros: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Espanha, Finlândia, França, Holanda, Irlanda, Itália, Polônia, Portugal, Reino Unido, República Tcheca, Suécia e Suíça, para além do país anfitrião, o Chile, e a Austrália, um parceiro estratégico. O ESO destaca-se por levar a cabo um programa de trabalhos ambicioso, focado na concepção, construção e operação de observatórios astronômicos terrestres de ponta, que possibilitam aos astrônomos importantes descobertas científicas. O ESO também tem um papel importante na promoção e organização de cooperação na pesquisa astronômica. O ESO mantém em funcionamento três observatórios de ponta no Chile: La Silla, Paranal e Chajnantor. No Paranal, o ESO opera  o Very Large Telescope e o Interferômetro do Very Large Telescope, o observatório astronômico óptico mais avançado do mundo, além de dois telescópios de rastreio: o VISTA, que trabalha no infravermelho, e o VLT Survey Telescope, concebido exclusivamente para mapear os céus no visível. O ESO é também um parceiro principal em duas infraestruturas situadas no Chajnantor, o APEX e o ALMA, o maior projeto astronômico que existe atualmente. E no Cerro Armazones, próximo do Paranal, o ESO está construindo o Extremely Large Telescope (ELT) de 39 metros, que será “o maior olho do mundo virado para o céu”.

Links

Contatos

Mariya Lyubenova
Head of ESO Media Relations Team
Garching bei München, Germany
Tel.: +49 89 3200 6188
e-mail: pio@eso.org

Connect with ESO on social media

Este texto é a tradução da Nota de Imprensa do ESO eso1912, cortesia do ESON, uma rede de pessoas nos Países Membros do ESO, que servem como pontos de contato local para a imprensa. O representante brasileiro é Eugênio Reis Neto, do Observatório Nacional/MCTIC. A nota de imprensa foi traduzida por Margarida Serote (Portugal) e adaptada para o português brasileiro por Eugênio Reis Neto.

Sobre a nota de imprensa

No. da notícia:eso1912pt-br
Nome:Eclipse
Tipo:Solar System : Sky Phenomenon : Eclipse : Solar : Total

Imagens

Eclipse total do Sol, Observatório de La Silla, 2019
Eclipse total do Sol, Observatório de La Silla, 2019
Percurso do eclipse total do Sol de 2019
Percurso do eclipse total do Sol de 2019
O Presidente da República do Chile e o Diretor Geral do ESO
O Presidente da República do Chile e o Diretor Geral do ESO
Visitantes vendo o eclipse total do Sol de 2019
Visitantes vendo o eclipse total do Sol de 2019
Fotografia de grupo de parceiros de divulgação
Fotografia de grupo de parceiros de divulgação
Equipe de pesquisa CesaR
Equipe de pesquisa CesaR
Máquinas fotográficas preparadas para o eclipse
Máquinas fotográficas preparadas para o eclipse
Membros dos meios de comunicação social locais e internacionais no local do evento
Membros dos meios de comunicação social locais e internacionais no local do evento
Apreciando o eclipse total do Sol de 2019
Apreciando o eclipse total do Sol de 2019
Eclipse total do Sol, Observatório de La Silla, 2019
Eclipse total do Sol, Observatório de La Silla, 2019
Presidente do Chile, Sebastián Piñera, em La Silla
Presidente do Chile, Sebastián Piñera, em La Silla
O Presidente da República do Chile cumprimenta o Diretor Geral do ESO
O Presidente da República do Chile cumprimenta o Diretor Geral do ESO
O Sol durante a totalidade no Observatório de La Silla
O Sol durante a totalidade no Observatório de La Silla
O Sol durante a totalidade no Observatório de La Silla
O Sol durante a totalidade no Observatório de La Silla
Eclipse total do Sol, Observatório de La Silla, 2019 (panorâmica)
Eclipse total do Sol, Observatório de La Silla, 2019 (panorâmica)
Próximo da totalidade
Próximo da totalidade
Eclipse total do Sol, Observatório de La Silla, 2019
Eclipse total do Sol, Observatório de La Silla, 2019
Eclipse total do Sol, Observatório de La Silla, 2019
Eclipse total do Sol, Observatório de La Silla, 2019
Presidente da República do Chile com convidados no eclipse total do Sol em La Silla
Presidente da República do Chile com convidados no eclipse total do Sol em La Silla
Primeiro pôr da Lua em La Silla depois do eclipse
Primeiro pôr da Lua em La Silla depois do eclipse
Coroa solar polarizada durante o eclipse total do Sol de 2019 em La Silla
Coroa solar polarizada durante o eclipse total do Sol de 2019 em La Silla
Proeminências solares proeminentes
Proeminências solares proeminentes
Baily's Beads
Baily's Beads
somente em inglês
Combined Corona
Combined Corona
somente em inglês
Inner and outer solar corona
Inner and outer solar corona
somente em inglês
Dynamic inner corona
Dynamic inner corona
somente em inglês
Combined image from SOHO, Solar Dynamics Observatory and La Silla
Combined image from SOHO, Solar Dynamics Observatory and La Silla
somente em inglês
ESO 1.52-metre telescope
ESO 1.52-metre telescope
somente em inglês
SEST during the 2019 total solar eclipse
SEST during the 2019 total solar eclipse
somente em inglês

Vídeos

ESOcast 204 Light: O final do eclipse total do Sol em La Silla
ESOcast 204 Light: O final do eclipse total do Sol em La Silla
Percurso do eclipse total do Sol de 2019
Percurso do eclipse total do Sol de 2019
Time-lapse do eclipse total do Sol de 2019, Observatório de La Silla
Time-lapse do eclipse total do Sol de 2019, Observatório de La Silla
Vídeo em tempo real do eclipse total do Sol de 2019, Observatório de La Silla
Vídeo em tempo real do eclipse total do Sol de 2019, Observatório de La Silla
O eclipse total do Sol em La Silla: Rolo B
O eclipse total do Sol em La Silla: Rolo B
O Presidente da República do Chile no Observatório de La Silla
O Presidente da República do Chile no Observatório de La Silla
Time-lapse of total solar eclipse from REM
Time-lapse of total solar eclipse from REM
somente em inglês
La Silla Total Solar Eclipse Attendees
La Silla Total Solar Eclipse Attendees
somente em inglês

Veja também