O GRAVITY descobre que uma das estrelas do Aglomerado do Trapézio em Orion é dupla

No âmbito das primeira observações obtidas com o novo instrumento GRAVITY, a equipe observou cuidadosamente estrelas brilhantes e jovens no conhecido Aglomerado do Trapézio, situado no coração da região de formação estelar de Orion. E logo com estes primeiros dados, o GRAVITY fez uma descoberta: uma das componentes deste aglomerado (Theta1 Orionis F) é uma estrela dupla.

Esta sequência de vídeo começa com uma vista extensa da famosa constelação de Orion, mostrando em seguida imagens cada vez mais detalhadas da região, obtidas com diferentes telescópios. A imagem final do GRAVITY revela um detalhe muito maior em torno de uma das estrelas mais fracas do aglomerado do que o que seria possível detectar com o Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA.

Crédito:

ESO/M. McCaughrean/GRAVITY consortium, Nick Risinger (skysurvey.org), 
Music: Johan B. Monell (www.johanmonell.com).

Sobre o Vídeo

Id:eso1601a
Idioma:pt-br
Data de divulgação:13 de Janeiro de 2016 às 15:00
Notícias relacionadas:eso1601
Duração:50 s
Frame rate:30 fps

Sobre o objeto

Nome:Trapezium Cluster
Tipo:Milky Way : Star : Grouping : Cluster : Open

Ultra HD (info)


HD


Médio


For Broadcasters


Veja também