ESOcast 146 Light: Comportamento estranho de estrela revela buraco negro solitário em aglomerado estelar gigante

Com o auxílio do instrumento MUSE do ESO, montado no Very Large Telescope no Chile, astrônomos descobriram uma estrela no aglomerado NGC 3201 comportando-se de forma muito estranha. A estrela parece orbitar um buraco negro invisível com cerca de quatro vezes a massa do Sol — o primeiro buraco negro inativo de massa estelar a ser encontrado num aglomerado globular.

Esta importante descoberta tem um forte impacto na nossa compreensão da formação destes aglomerados estelares, buracos negros e origem de eventos de ondas gravitacionais.

Este curto ESOcast mostra esta descoberta e explica a sua importância.

Crédito:

ESO.

Editing: Nico Bartmann.
Web and technical support: Mathias André and Raquel Yumi Shida.
Written by: Rosa Jesse, Nicole Shearer and Richard Hook.
Music: Music written and performed by: John Stanford (johnstanfordmusic.com).
Footage and photos: ESO, Luís Calçada, spaceengine (spaceengine.org).
Directed by: Nico Bartmann.
Executive producer: Lars Lindberg Christensen.

Sobre o Vídeo

Id:eso1802a
Idioma:pt-br
Data de divulgação:17 de Janeiro de 2018 às 12:00
Notícias relacionadas:eso1802
Duração:01 m 20 s
Frame rate:30 fps

Sobre o objeto

Nome:NGC 3201
Tipo:Milky Way : Star : Grouping : Cluster : Globular

Ultra HD (info)


HD


Médio


For Broadcasters


Script

English
82,0 KB

Legendas

English
1,1 KB
German
1,2 KB
Polish
1,3 KB
Vietnamese
1,3 KB

Veja também