Concepção artística do Sol se transformando em uma gigante vermelha

As estrelas como o nosso Sol queimam hidrogênio nos seus núcleos durante a maior parte das suas vidas. Quando gastam este combustível, crescem transformando-se em gigantes vermelhas, tornando-se centenas de vezes maiores e “engolindo” os planetas mais próximos. Como mostra esta animação, no caso do Sistema Solar, isso incluirá Mercúrio, Vênus e até a Terra, que serão consumidos pelo Sol em sua fase de gigante vermelha dentro de cerca de 5 bilhões de anos. Eventualmente, o Sol perderá as suas camadas mais exteriores, sobrando apenas um núcleo gasto e consumido, uma anã branca. Tais restos estelares podem ainda hospedar planetas e estima-se que existam muitos destes sistemas estelares na nossa Galáxia. No entanto, até 2019 os cientistas nunca tinham descoberto evidências de um planeta gigante sobrevivente em torno de uma anã branca. A detecção de um exoplaneta do tipo de Netuno em órbita da WDJ0914+1914, pode ser a primeira de muitas detecções deste tipo de sistemas.

Crédito:

ESA/Hubble (M. Kornmesser & L. L. Christensen)

Sobre o Vídeo

Id:eso1919c
Idioma:pt-br
Data de divulgação:4 de Dezembro de 2019 às 19:00
Notícias relacionadas:eso1919
Duração:40 s
Frame rate:25 fps

Sobre o objeto

Nome:Sun
Tipo:Solar System : Star : Evolutionary Stage : Red Giant

HD


Médio


For Broadcasters


Veja também