ann17017-pt — Anúncio

Assessoria de Imprensa: Cerimónia de colocação da primeira pedra do Extremely Large Telescope

5 de Abril de 2017

Convidamos representantes dos meios de comunicação social a assistir à cerimónia de colocação da primeira pedra do Extremely Large Telescope (ELT) que irá decorrer na sexta-feira dia 26 de maio de 2017 no Cerro Armazones, um pico de 3046 metros de altitude no norte do Chile, situado a cerca de 20 km do Observatório do Paranal do ESO. A cerimónia iniciar-se-á às 13:30 e deverá terminar cerca das 15:30 (horas locais), marcando também a ligação do observatório à rede eléctrica. A primeira pedra será colocada pela Presidente da República do Chile, Michelle Bachelet Jeria.

Os membros dos media terão a oportunidade não só de visitar o local mas também de entrevistar altos dignatários pertencentes às autoridades chilenas e contratantes industriais, assim como cientistas e engenheiros envolvidos na construção do telescópio gigante.

O ELT é um telescópio terrestre revolucionário que contará com um espelho primário de 39 metros — tornando-o no maior telescópio do mundo a operar no óptico e infravermelho próximo. O telescópio irá dedicar-se aos maiores desafios astronómicos da atualidade, incluindo a descoberta e o estudo de exoplanetas do tipo terrestre, observação das primeiras estrelas e galáxias para explorar as nossas origens cósmicas e sondagem da natureza da matéria e energia escuras. 

Há um ano atrás, o ESO assinou um contrato com o Consórcio ACe, composto pela Astaldi, Cimolai e o sub-contratante EIE Group, para a construção da cúpula e estrutura do telescópio gigante. Tratou-se dos maior contrato alguma vez adjudicado pelo ESO e também do maior contrato destinado à astronomia terrestre.

O ELT é o mais recente dos muitos projetos do ESO que beneficiam enormemente do apoio continuado do Governo do Estado de Acolhimento do ESO, o Chile, há mais de meio século. O forte apoio do Ministro da Energia (Minenenergia) e da Comissão Nacional Energética (CNE) foi recentemente crucial no estabelecimento de uma ligação do local à rede eléctrica. O local onde o ELT será instalado foi doado ao ESO pelo Governo do Chile, encontrando-se rodeado por uma grande concessão de terreno, de modo a proteger as futuras operações do telescópio de interferências de qualquer tipo.

Os trabalhos de construção no local começaram em junho de 2014 e agora que a estrada de acesso e o nivelamento do pico estão completos, os trabalhos de construção da cúpula podem começar. Prevê-se que o ELT veja a sua primeira luz em 2024.

Para assistir à cerimónia, os membros dos meios de comunicação social devem inscrever-se neste link e preparar a sua viagem de modo a chegar ao aeroporto de Antofagasta na manhã de 26 de maio.

Mais informação

O ESO é a mais importante organização europeia intergovernamental para a investigação em astronomia e é de longe o observatório astronómico mais produtivo do mundo. O ESO é  financiado por 16 países: Alemanha, Áustria, Bélgica, Brasil, Dinamarca, Espanha, Finlândia, França, Holanda, Itália, Polónia, Portugal, Reino Unido, República Checa, Suécia e Suíça, assim como pelo Chile, o país de acolhimento. O ESO destaca-se por levar a cabo um programa de trabalhos ambicioso, focado na concepção, construção e operação de observatórios astronómicos terrestres de ponta, que possibilitam aos astrónomos importantes descobertas científicas. O ESO também tem um papel importante na promoção e organização de cooperação na investigação astronómica. O ESO mantém em funcionamento três observatórios de ponta no Chile: La Silla, Paranal e Chajnantor. No Paranal, o ESO opera  o Very Large Telescope, o observatório astronómico óptico mais avançado do mundo e dois telescópios de rastreio. O VISTA, o maior telescópio de rastreio do mundo que trabalha no infravermelho e o VLT Survey Telescope, o maior telescópio concebido exclusivamente para mapear os céus no visível. O ESO é um parceiro principal no ALMA, o maior projeto astronómico que existe atualmente. E no Cerro Armazones, próximo do Paranal, o ESO está a construir o European Extremely Large Telescope (E-ELT) de 39 metros, que será “o maior olho do mundo virado para o céu”.

Links

Contactos

Richard Hook
ESO Public Information Officer
Garching bei München, Alemanha
Tel: +49 89 3200 6655
Telm: +49 151 1537 3591
Email: rhook@eso.org

Sobre o anúncio

Id:ann17017

Imagens

Desenho artístico do Extremely Large Telescope
Desenho artístico do Extremely Large Telescope