ann20013-pt — Anúncio

Assinado contrato para novos receptores do ALMA

24 de Abril de 2020

Foi assinado um contrato para a produção do conjunto final de receptores que serão instalados no Atacama Large Millimeter/submillimeter Array (ALMA). O ALMA, do qual o ESO é um parceiro, observa o Universo num domínio de comprimentos de onda rádio que corresponde às regiões milimétrica e submilimétrica do espectro electromagnético. Cada uma das 66 antenas do ALMA está equipada com um número determinado de receptores de ondas rádio altamente sensíveis, cada um receptivo a um domínio particular de comprimentos de onda. Os novos receptores, chamados cartuchos receptores de Banda 2, permitirão ao ALMA detectar comprimentos de onda entre 2,6 e 4,5 mm.

No seguimento de testes bem sucedidos levados a cabo com um protótipo de um cartucho receptor de Banda 2, o painel do ALMA aprovou a fase de pré-produção. Esta fase diz respeito à produção de seis cartuchos, com o objetivo de eventualmente se passar à produção do conjunto completo, um para cada uma das antenas do ALMA. Este plano dependerá da verificação do desempenho e da prontidão na produção dos cartuchos, baseada na pré-produção destes componentes.

Com os novos cartuchos receptores, o ALMA tornar-se-á uma máquina científica ainda mais versátil. Os novos receptores permitirão realizar medições importantes do meio interestelar frio — a mistura difusa de matéria e radiação que existe no espaço entre as estrelas. Na Banda 2, o ALMA será também capaz de estudar as propriedades da poeira existente numa variedade de ambientes astronómicos diferentes, desde discos protoplanetários a galáxias, e poderá ainda estender as suas capacidades para observar o Universo a grandes desvios para o vermelho. Mais perto de nós, a Banda 2 permitirá a observação de moléculas pesadas e complexas do Universo local.

A produção dos cartuchos receptores de Banda 2 será levada a cabo por um consórcio composto pela NOVA (Netherlands Research School for Astronomy), pela Universidade Chalmers, em Gothenburg, Suécia, e pelo Instituto Nacional de Astrofísica italiano (INAF), em Bolonha. O Observatório Astronómico Nacional do Japão (NAOJ) contribuirá para a produção e testes da óptica dos receptores no âmbito da contribuição do Leste Asiático para o Programa de Desenvolvimento do ALMA. O Observatório Nacional de Rádio Astronomia dos EUA (NRAO) e a Universidade do Chile estão envolvidos no desenvolvimento e produção de alguns dos componentes dos receptores, os quais serão enviados para o ESO para testes e integração.

Mais Informações

O ALMA, uma infraestrutura internacional de astronomia, surge no âmbito de uma parceria entre o ESO, a Fundação Nacional para a Ciência dos Estados Unidos (NSF) e os Institutos Nacionais de Ciências da Natureza (NINS) do Japão, em cooperação com a República do Chile.

Contactos

Bárbara Ferreira
ESO Public Information Officer
Garching bei München, Alemanha
Tel: +49 89 3200 6655
Email: pio@eso.org

Sobre o anúncio

Id:ann20013

Imagens

Antenas do ALMA
Antenas do ALMA
Reunião do painel do ALMA em Novembro de 2019
Reunião do painel do ALMA em Novembro de 2019