Olha o Passarinho!

As novas webcams do ESO têm sido aproveitadas por pessoas do mundo inteiro — e parece que a vida selvagem local também não resiste em vir dar uma espreitadela. Uma das câmaras no Observatório do Paranal no Chile acolheu recentemente uma garça-carrapateira que resolveu pousar numa das cúpulas de um dos Telescópios Auxiliares (AT) que compõem o Very Large Telescope do ESO (VLT). Felizmente o telescópio não se encontrava em operação, aguardando a noite para começar a observar.

As webcams da Apical, que começaram livestreams — 24 horas por dia, 7 dias por semana — das operações do Paranal no final de 2016, oferecem-nos imagens muito nítidas, tanto do observatório como dos seus arredores serenos do deserto do Atacama. A altitude extrema e o clima árido fazem com que montanhas longínquas possam ser observadas a centenas de km de distância, enquanto os céus limpos criam belas vistas panorâmicas de 360º dia e noite.

A garça-carrapateira parece que gostou das webcams do Paranal — já que ficou pousada no AT mais de hora e meia, a limpar-se e arranjar-se para se preparar, a si e ao seu belo topete, para a selfie perfeita! A webcam propriamente dita é branca e a sua forma assemelha-se um pouco a uma garça. Será que o animal procurava um companheiro?

Créditos:

ESO/Apical

Sobre a imagem

Id:potw1734a
Língua:pt
Tipo:Fotográfico
Data de divulgação:21 de Agosto de 2017 às 06:00
Tamanho:3000 x 1688 px

Sobre o objeto

Tipo:Unspecified : Technology : Observatory

Formatos de imagens

JPEG grande
700,3 KB

Zoom


Papéis de parede

1024x768
147,4 KB
1280x1024
215,6 KB
1600x1200
295,0 KB
1920x1200
346,8 KB
2048x1536
446,4 KB

 

Veja também