Um arco sobre o ALMA

A Via Láctea mostra a sua forma e cores deslumbrantes aparecendo-nos como um arco sobre o deserto chileno do Atacama e criando a moldura perfeita para as antenas do Atacama Large Millimeter/submillimeter Array (ALMA). Podemos ver também duas das galáxias satélites da Via Láctea, as Nuvens de Magalhães, como duas manchas por baixo do arco da sua vizinha maior. A luz artificial verde que ilumina as antenas do ALMA contrasta perfeitamente com a imagem que a natureza nos apresenta no céu.

O ALMA situa-se a mais de 5000 metros acima do nível do mar no deserto do Atacama. Aqui o ar seco e a atmosfera rarefeita permitem-nos ter uma visão deslumbrante do Universo, sendo o lugar ideal para um telescópio como o ALMA. Em vez de ser um único telescópio, o ALMA é composto por 66 antenas amovíveis separadas, que se estendem pelo planalto do Chajnantor. Ao utilizarmos diferentes configurações das antenas, podemos variar a resolução com a qual o ALMA observa os objetos celestes.

Créditos:

ESO/B. Tafreshi (twanight.org)

Sobre a imagem

Id:potw2036a
Língua:pt
Tipo:Fotográfico
Data de divulgação:7 de Setembro de 2020 às 06:00
Tamanho:15216 x 5168 px

Sobre o objeto

Nome:Atacama Large Millimeter/submillimeter Array
Tipo:Unspecified : Technology : Observatory : Telescope

Formatos de imagens

JPEG grande
22,8 MB

Zoom


Papéis de parede

1024x768
367,9 KB
1280x1024
617,8 KB
1600x1200
887,2 KB
1920x1200
1,0 MB
2048x1536
1,2 MB

 

Veja também