Anel em torno da Lua

O ar de outro mundo desta imagem, obtida no local onde está instalado o Very Large Telescope (VLT) do ESO, no norte do Chile, deve-se a uma combinação de fenómenos luminosos naturais e artificiais. A imagem captura um halo lunar no céu nublado, uma ocorrência rara no Observatório do Paranal do ESO. Este fenómeno óptico é criado quando o luar é refratado por milhões de pequenos cristais de gelo e gotas de água existentes na atmosfera circundante. 

Este tipo de halos é bastante comum, no entanto, é necessária uma grande quantidade de luz para que apareçam, por isso a Lua tem que estar numa posição específica relativamente à Terra e ao Sol para refletir luz suficiente de modo a produzir um anel como o que aqui vemos. Este halo, em particular, é composto por várias bandas coloridas, formadas do mesmo modo que um arco-íris — a luz de diferentes comprimentos de onda é refratada em quantidades diferentes. A luz branca é assim separada nas suas cores constituintes, dispersando-se para criar um espectro de cores visualmente distintas.

Créditos:

Juan Carlos Muñoz-Mateos/ESO

Sobre a imagem

Id:potw2044a
Língua:pt
Tipo:Fotográfico
Data de divulgação:2 de Novembro de 2020 às 06:00
Tamanho:5472 x 3648 px

Sobre o objeto

Nome:Moon, Very Large Telescope
Tipo:Unspecified : Sky Phenomenon : Light Phenomenon : Halo
Unspecified : Technology : Observatory

Formatos de imagens

JPEG grande
4,1 MB

Zoom


Papéis de parede

1024x768
184,9 KB
1280x1024
280,3 KB
1600x1200
393,8 KB
1920x1200
447,6 KB
2048x1536
638,4 KB