Imagem 3D do halo de gás observado pelo MUSE em torno de uma fusão de galáxias vista pelo ALMA

Este vídeo mostra um dos halos de gás recentemente observados pelo instrumento MUSE, montado no Very Large Telescope do ESO, sobreposto a uma imagem mais antiga de uma fusão de galáxias vista pelo ALMA. O enorme halo de hidrogénio gasoso está a azul e os dados do ALMA encontram-se a laranja. Esta imagem tridimensional foi criada a partir de dados reais do MUSE e do ALMA.

O halo está ligado à galáxia, a qual contém um quasar no seu centro. O hidrogénio gasoso, de brilho ténue, é a fonte de "alimento" perfeita para o buraco negro supermassivo situado no centro do quasar.

Os objetos da imagem 3D encontram-se a um desvio para o vermelho de 6,2, o que significa que os vemos tal como eram há 12,8 mil milhões de anos atrás. Apesar dos quasares serem muito brilhantes, os reservatórios de gás que os circundam são muito mais difíceis de observar. Ainda assim, o MUSE conseguiu detectar o brilho ténue do hidrogénio gasoso nos halos, permitindo aos astrónomos descobrir finalmente estes depósitos de “comida” que alimentavam os buracos negros supermassivos no Universo primitivo.

Créditos:

ESO/Farina et al.; ALMA (ESO/NAOJ/NRAO), Decarli et al.; L. Calçada

Sobre o vídeo

Id:eso1921b
Língua:pt
Data de divulgação:19 de Dezembro de 2019 às 12:00
Notícias relacionadas:eso1921
Duração:20 s
Frame rate:25 fps

Sobre o objeto

Tipo:Early Universe : Galaxy : Activity : AGN : Quasar

Ultra HD (info)


HD


Medium


For Broadcasters


Veja também