Escolha a sua língua:

ann12026-pt — Anúncio

O ESO incentiva a participação de concorrentes do Reino Unido ao novo Concurso de Jornalismo Astronómico Europeu

29 de Março de 2012

Uma nova competição jornalística para capturar e promover a cobertura da astronomia europeia foi lançada hoje (quinta-feira, 29 de março) no Encontro Nacional de Astronomia do Reino Unido de 2012 [1]. O primeiro prémio entusiasmará qualquer apaixonado pela astronomia - uma viagem ao telescópio óptico mais avançado do Observatório Europeu do Sul (ESO), o VLT, no Chile.

As submissões para o concurso de jornalismo astronómico europeu devem ser sobre astronomia e áreas relacionadas de tecnologia, ou sobre o trabalho e estilo de vida de astrónomos, engenheiros ou outros profissionais que trabalhem no campo da astronomia. As submissões devem refletir os interesses europeus e podem ter sido apresentadas online, escritas ou transmitidas.

O concurso é organizado pelo Conselho de Infraestruturas Científicas e Tecnológicas (STFC) e pelo Observatório Europeu do Sul (ESO), em conjunção com a Associação Britânica de Escritores Científicos  e a Sociedade Astronómica Real. As submissões podem ser enviadas a partir de segunda-feira, 2 de abril de 2012, até sexta-feira, 27 de julho de 2012. Para serem considerados elegíveis, os trabalhos devem ter sido publicados em inglês nos média britânicos no período compreendido entre 1 de julho de 2011 e 30 de junho de 2012.

Os candidatos devem enviar os seus trabalhos sob forma eletrónica para astronomy.prize@stfc.ac.uk ou enviá-los para o STFC. Para mais detalhes e o regulamento completo com os termos e condições, visite por favor www.eso.org/public/events/astropize/ e www.stfc.ac.uk/.

Notas

[1] Juntando mais de 900 astrónomos e cientistas ligados às ciências espaciais, o Encontro Nacional de Astronomia (NAM 2012) terá lugar de 27 a 30 de março no Centro de Conferências Universitário da Universidade de Manchester, no Reino Unido. Para mais informações siga este link.

Mais Informações

Observatório Europeu do Sul

O ano de 2012 marca o quinquagésimo aniversário da fundação do Observatório Europeu do Sul (ESO). O ESO é a mais importante organização europeia intergovernamental para a investigação em astronomia e é o observatório astronómico mais produtivo do mundo. O ESO é  financiado por 15 países: Alemanha, Áustria, Bélgica, Brasil, Dinamarca, Espanha, Finlândia, França, Holanda, Itália, Portugal, Reino Unido, República Checa, Suécia e Suíça. O ESO destaca-se por levar a cabo um programa de trabalhos ambicioso, focado na concepção, construção e operação de observatórios astronómicos terrestres de ponta, que possibilitam aos astrónomos importantes descobertas científicas. O ESO também tem um papel importante na promoção e organização de cooperação na investigação astronómica. O ESO mantém em funcionamento três observatórios de ponta no Chile: La Silla, Paranal e Chajnantor. No Paranal, o ESO opera  o Very Large Telescope, o observatório astronómico óptico mais avançado do mundo e dois telescópios de rastreio. O VISTA, o maior telescópio de rastreio do mundo que trabalha no infravermelho e o VLT Survey Telescope, o maior telescópio concebido exclusivamente para mapear os céus no visível. O ESO é o parceiro europeu do revolucionário telescópio  ALMA, o maior projeto astronómico que existe atualmente. O ESO está a planear o European Extremely Large Telescope, E-ELT, um telescópio da classe dos 40 metros que observará na banda do visível e próximo infravermelho. O E-ELT será “o maior olho no céu do mundo”. 

STFC

O Conselho Científico e Tecnológico mantém o Reino Unido na vanguarda da ciência internacional e lida com alguns dos desafios mais importantes para a sociedade tais como as futuras necessidades energéticas, a supervisão e compreensão das alterações climáticas e a segurança global.

O Conselho tem uma grande variedade de programas científicos e trabalha em conjunto com a comunidade académica e industrial, de modo a partilhar a sua experiência no que se refere à ciência dos materiais, tecnologias de astronomia terrestre e espacial, ciência laser, microelectrónica, fabricação de circuitos electrónicos integrados, física nuclear e das partículas, produção de energias alternativas, comunicações por rádio e radar.

O STFC opera ou acolhe instalações de vanguarda a nível mundial para a investigação experimental, que incluem: a fonte de neutrões pulsantes ISIS, o Central Laser Facility e a rede LOFAR. O STFC é também o maior accionista da Diamond Light Source Ldt. no estrangeiro e possui telescópios em La Palma e no Hawai.

O STFC permite aos investigadores do Reino Unido acederem a instalações científicas internacionais de vanguarda, financiando os membros de organizações internacionais como o Laboratório Europeu de Física das Partículas (CERN), o Instituto Laue Langevin (ILL), a Infraestrutura Europeia de Radiação de Síncrotrão (ESRF) e o Observatório Europeu do Sul (ESO).

O STFC conta também com um vasto programa de divulgação científica, utilizando os seus trabalhos pioneiros para mostrar o impacto e os benefícios que a ciência pode trazer à sociedade, inspirando e motivando deste modo estudantes e público em geral.

O STFC é um dos sete conselhos de investigação financiado com fundos públicos. É um organismo público de regulação e supervisão independentes, que faz parte do Departamento de Negócios, Inovação e Capacidades (BIS).

Sociedade Astronómica Real

A Sociedade Astronómica Real (RAS: www.ras.org.uk), fundada em 1820, fomenta e promove o estudo da astronomia, das ciências que estudam o Sistema Solar, da geofísica e doutros ramos da ciência directamente relacionados. A RAS organiza encontros científicos, publica artigos especializados e estudos internacionais, reconhece trabalhos extraordinários entregando prémios e medalhas, mantém uma enorme biblioteca, apoia a educação atribuindo bolsas e promovendo actividades de divulgação e representa a astronomia do Reino Unido tanto nacional como internacionalmente. Os seus mais de 3500 membros (Fellows), um terço dos quais a trabalhar no estrangeiro, incluem investigadores científicos em universidades, observatórios e laboratórios, assim como historiadores de astronomia e outros.

Associação Britânica de Escritores Científicos

http://www.absw.org.uk/

Links

Contactos

Oana Sandu
Community Coordinator
The education and Public Outreach Department
ESO
Tel: +49 89 320 069 65
Email: osandu@eso.org

Lucy Stone
Press Office
STFC Rutherford Appleton Laboratory
Tel: +44 (0)1235 445 627
Telm: +44 (0)7920 870125
Email: lucy.stone@stfc.ac.uk

Dr Robert Massey
Royal Astronomical Society
Telm: +44 (0)794 124 8035
Email: rm@ras.org.uk/p>

Martin Ince
Association of British Science Writers
Email: martin@martinince.com

Bookmark and Share

Sobre o anúncio

Id:ann12026

Imagens

Vista aérea do Cerro Paranal
Vista aérea do Cerro Paranal