Escolha a sua língua:

ann14037-pt — Anúncio

Centro de Competência ALMA em Portugal

14 de Maio de 2014

O ESO nomeou o Centro de Astronomia e Astrofísica da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (CAAUL) um Centro de Competência ALMA, juntando-se assim à rede do Centro Regional Europeu ALMA, em reconhecimento da sua capacidade em apoiar a utilização do Atacama Large Millimeter/submillimeter Array (ALMA).

Como um dos Centro de Competência ALMA, o CAAUL terá acesso à infraestrutura europeia que gere e desenvolve este telescópio, apoiando a sua utilização em Portugal. As capacidades específicas que o CAAUL tem vindo a desenvolver ao longo dos últimos anos serão igualmente utilizadas para apoiar o ESO e o Centro Regional ALMA na Europa na verificação de dados ALMA antes destes serem distribuídos aos cientistas em todo o mundo.

José Afonso, Diretor do CAAUL, diz que “é muito gratificante ver uma vez mais a qualidade da investigação portuguesa reconhecida internacionalmente. Os nossos investigadores estão a utilizar o mais poderoso telescópio disponível atualmente e o reconhecimento do CAAUL como um Centro de Competência ALMA é um marco no desenvolvimento estratégico em que embarcámos nos últimos anos. Este é também um passo importante na consolidação do papel cada vez mais forte que a astronomia portuguesa tem vindo a desempenhar no seio da comunidade mundial.”

Os investigadores do CAAUL participam atualmente em sete propostas de observações, já aprovadas, com o ALMA, que serão levadas a cabo até ao final de 2015. No total, apenas cerca de 600 propostas, das 3400 vindas de todo o mundo, foram até agora seleccionadas para  observações ALMA, o que demonstra a extraordinária procura no acesso ao ALMA por parte da comunidade científica.

“Embora o Observatório ALMA tenha sido inaugurado apenas há um ano atrás, o certo é que produziu já resultados científicos espetaculares e  transformadores. O novo Centro de Competência em Portugal não é apenas um tributo à competência portuguesa neste domínio específico, mas é também um recurso valioso que ajudará a comunidade durante os anos vindouros,” acrescenta o Diretor Geral do ESO, Tim de Zeeuw.

Mais informação

O Atacama Large Millimeter/submillimeter Array (ALMA), uma infraestrutura astronómica internacional, é uma parceria entre a Europa, a América do Norte e o Leste Asiático, em cooperação com a República do Chile. O ALMA é financiado na Europa pelo Observatório Europeu do Sul (ESO), na América do Norte pela Fundação Nacional para a Ciência dos Estados Unidos (NSF) em cooperação com o Conselho Nacional de Investigação do Canadá (NRC) e no Leste Asiático pelos Institutos Nacionais de Ciências da Natureza (NINS) do Japão em cooperação com a Academia Sínica (AS) da Ilha Formosa. A construção e operação do ALMA é coordenada pelo ESO, em prol da Europa, pelo Observatório Nacional de Rádio Astronomia (NRAO), que é gerido, pela Associação de Universidades (AUI), em prol da América do Norte e pelo Observatório Astronómico Nacional do Japão (NAOJ), em prol do Leste Asiático. O Observatório ALMA (JAO) fornece uma liderança e direção unificadas na construção, gestão e operação do ALMA.

Links

Contactos

Jose Manuel Afonso
Centro de Astronomia e Astrofísica, Director
e Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa
Observatório Astronómico de Lisboa
Lisboa, Portugal
Tel: +351 21 361 67 45/30
Email: jafonso@oal.ul.pt

Joao Retre
Head of the Scientific Mediation Office, 
Centro de Astronomia e Astrofísica
Observatório Astronómico de Lisboa
Tel: +351 21 361 67 49/39

Richard Hook
ESO Public Information Officer
Garching, Alemanha
Tel: +49 89 3200 6655
Telm: +49 151 1537 3591
Email: rhook@eso.org

Bookmark and Share

Sobre o anúncio

Id:ann14037

Imagens

A Via Láctea sobre as antenas do ALMA
A Via Láctea sobre as antenas do ALMA