O crescente da Lua e a luz cinérea por cima do Observatório do Paranal do ESO

Esta imagem mostra o fino crescente da Lua a pôr-se sobre o Observatório do Paranal do ESO, no Chile. Para além do crescente brilhante, o resto do disco lunar pode ver-se fracamente iluminado. Este fenómeno chama-se luz cinérea e deve-se à reflexão da luz solar pela Terra, que ilumina por sua vez a superfície lunar. Ao observar a luz cinérea os astrónomos podem estudar as propriedades da radiação refletida pela Terra como se esta fosse um exoplaneta e procurar sinais de vida.

Esta fotografia foi tirada a 27 de Outubro de 2011 e mostra também os planetas Mercúrio e Vénus.

Créditos:

ESO/B. Tafreshi (twanight.org)

Sobre a imagem

Id:eso1210a
Língua:pt
Tipo:Fotográfico
Data de divulgação:29 de Fevereiro de 2012 às 19:00
Notícias relacionadas:eso1210
Tamanho:3000 x 1839 px

Sobre o objeto

Nome:Paranal
Tipo:• Solar System
• Unspecified : Technology : Observatory
• X - Paranal

Formatos de imagens

Großes JPEG
553,8 KB

Zoom


Papéis de parede

1024x768
68,4 KB
1280x1024
126,3 KB
1600x1200
196,5 KB
1920x1200
235,8 KB
2048x1536
331,6 KB

 

Veja também