Céu escuro e deserto branco - a neve veio fazer uma visita rara ao Observatório do Paranal do ESO

O céu nocturno por cima do Cerro Paranal, local de acolhimento do Very Large Telescope do ESO (VLT), é escuro e salpicado de estrelas brilhantes da Via Láctea, assim como de galáxias mais distantes. No entanto, é muito raro ver o chão contrastando com o céu de maneira tão marcada como nesta fotografia, que mostra uma fina camada de neve branca salpicada pelas zonas mais escuras do terreno do deserto.

Esta fotografia foi tirada a semana passada, logo depois do nascer do Sol, pelo Embaixador Fotográfico do ESO, Yuri Beletsky, que trabalha como astrónomo no Observatório La Silla Paranal. Yuri capturou, não apenas a bonita paisagem com neve do Atacama e as cúpulas do VLT no cimo da montanha, mas também um incrível céu nocturno. À esquerda do VLT podemos ver o rasto de um satélite e à direita está o rasto de um meteoro.

O Cerro Paranal é uma montanha de 2600 metros de altura, situada no deserto chileno do Atacama. É um local muito seco, com uma humidade que se situa frequentemente abaixo dos 10% e uma queda de chuva de menos de 10 milímetros por ano. A neve, no entanto, cai ocasionalmente no deserto, dando-nos fugidias mas magníficas vistas como esta.

Links

Créditos:

ESO/Y. Beletsky

Sobre a imagem

Id:potw1132a
Língua:pt
Tipo:Fotográfico
Data de divulgação:8 de Agosto de 2011 às 10:00
Tamanho:2772 x 1935 px

Sobre o objeto

Nome:Cerro Paranal, Paranal
Tipo:• Solar System : Planet : Feature : Surface
• Milky Way : Sky Phenomenon : Night Sky
• Unspecified : Technology : Observatory
• X - Paranal

Mounted Image

Formatos de imagens

JPEG grande
1,3 MB

Zoom


Papéis de parede

1024x768
255,4 KB
1280x1024
403,6 KB
1600x1200
564,7 KB
1920x1200
618,2 KB
2048x1536
861,6 KB

Veja também