Escolha a sua língua:

Interferometria na piscina

Os astrónomos nem sempre nadam na piscina da Residencia do Observatório do Paranal, mas quando o fazem, gostam de mostrar como funcionam alguns princípios físicos. Nesta imagem, o astrónomo francês do ESO Jean-Baptiste Le Bouquin, demonstra como é que as ondas - não ondas de luz mas ondas de água - se combinam, ou interferem, para criar ondas maiores.

A combinação de ondas luminosas é o princípio principal subjacente ao interferómetro do VLT: as ondas luminosas capturadas por cada um dos telescópios de 8 metros, são combinadas com o auxílio de uma rede de canais e espelhos. Deste modo, a resolução espacial do telescópio aumenta muito e, com tempo de exposição suficiente, as câmaras e instrumentos conseguem revelar o mesmo nível de detalhes que revelaria um telescópio de 130 metros de diâmetro, algo muito maior que qualquer telescópio em existência atualmente.

Créditos:

ESO/M. Alexander 

Bookmark and Share

Sobre a imagem

Id:potw1404a
Língua:pt
Tipo:Fotográfico
Data de divulgação:27 de Janeiro de 2014 às 10:00
Tamanho:5120 x 3407 px

Sobre o objeto

Nome:Paranal Residencia
Tipo:• Unspecified : People : Scientist
• X - Premises

Zoom


Papéis de parede

1024x768
355,7 KB
1280x1024
541,9 KB
1600x1200
755,8 KB
1920x1200
892,6 KB
2048x1536
1,2 MB

Veja também